Verstappen vence o GP de Miami e cola em Leclerc no mundial de pilotos | Fórmula 1

Max Verstappen garantiu o título de inauguração do Grande Prêmio de Miami de Fórmula 1. Os rivais da Ferrari completaram o pódio, com o monegasco em segundo e o espanhol em terceiro.

Max Verstappen comemora a vitória no GP de Miami com capacete de futebol americano estilizado pela F1 — Foto: Mark Thompson/Getty Images

A vitória, com direito a volta mais rápida, garante mais 26 pontos para o holandês, que encosta na liderança do campeonato, ainda nas mãos de Leclerc. Charles chegou a 104 pontos com uma segunda colocação, enquanto Verstappen foi a 85.

George Russell também foi um dos destaques da tourada. Depois de largar na 12ª posição, o jovem britânico escolheu a boa stratégia, deu sorte com o safety car e terminou em 5º, à frente do companheiro de equipe Lewis Hamilton.

GP de Miami — Foto: Divulgação

*Fernando também foi punido algumas vezes com o acréscimo de 5 vezes em seu tempo de prova por direção com Pierre Gasly e ganhando vantagem fora da pista. Com isso, caiu de 9º para 11º;
** Alexander Albon sobe do decimo o nono lugar com as mesmas para Alonso;
*** Daniel Ricciardo também recebeu 5s por vantagem ultrapassando os limites da pista e caiu da 11º para a 13ª colocação;
**** Com a punição de Ricciardo, Lance Stroll herda o lugar.

VERSTAPPEN: “Foi uma corrida muito legal, fisicamente difícil, eu fiquei muito feliz de chegar ate o. Eu estou bem, um pouco cansado, mas estou muito feliz de ganhar aqui em Miami. Foi um domingo muito bom para”.

LECLERC: “Faith muito difícil a corrida realmente fisicamente. Sofremos ser muito médios pneus, mas os duros eu mais competitivos. Foi duro. É legal ver várias pessoas aqui. Eu espero que continuemos trabalhando. As próximas touradas importantes”.

SAINZ: “Eu já estive melhor. Depois da batida de sexta eu tive no pescoço, mas consegui fazer a corrida assim. Consegui segurar o Pérez no final. Foi um bom resultado. na posição que eu, obrigado”.

A largada foi um terror para a Mercedes. Tanto Hamilton quanto George Russell prepararam antes da primeira curva. O heptacampeão caindo de 6º para 8º e o jovem britânico da 12ª para a 15ª posição. Verstappen, ganhou imediatamente a posição de Carlos Sainz, segundo, para ir à caça de Charles Leclerc.

Verstappen durante o GP de Miami — Foto: Chris Graythen/Getty Images

Hamilton levou apenas para recuperar as duas posições que voltaram, deixando Gasly e Alonso para trás. Já Russell sofreu mais do meio ao trânsito da grelha final. Na ponta Leclerc manteve o limite de vantagem para Verstappen para impedir o holandês abrisse a que a móvel.

Mas a vantagem de Leclerc não durou muito. Como, porém, a menor velocidade nas retas, Verstappen, abriu um asa móvel na reta das caixas e ultrapassou o rival, diferentemente, a ponta na 9ª volta. O monegasco se manteve na briga enquanto conseguiu usar o DRS, mas Super Max abriu a liderança e disparou na ponta.

Aos poucos, George Russell Faith recuperando na corrida e chegou à 8ª colocação ainda antes de completar a 19ª rodada no circuito de Miami. Companheiro de Verstappen na RBR, Sergio Pérez repetiu O companheiro no trabalho contra a Ferrari.

Verstappen ultrapassou Leclerc no GP de Miami — Foto: Mark Thompson/Getty Images

Quando colou em Carlos Sainz e poderia abrir a asa, o mexicano teve um problema no e saiu da briga para chegar ao pódio, permitindo o abrir 7s. Super Max enfileirou melhores voltas e abriu mais de 4,5 segundos de frente para Leclerc antes da primeira parada nos boxes.

Após a troca dos médios pneus par os duros, Charles melhorou de ritmo e passou a fazer as melhores voltas, porém uma desvantagem em relação a Max já era de mais de 7s, faltando um pouco menos de 30 voltas.

Quando Verstappen parecia caminhar para uma tranquila, Pierre Gasly e Lando Norris bateram na 40ª volta. O piloto da McLaren precisou desistir e o carro ficou no meio da pista, forçando a entrada do safety car.

Pérez fé o único dos líderes que aproveitou o acidente para trocar de pneus. Atrás de Hamilton (6º), Russell, que ainda não tinha parado, aproveitou para colocar pneus médios novos e partir para cima do companheiro.

A relagada foi dada com apenas 10 voltas para o fim da corrida com owe duelos na ponta. Leclerc ataca Verstappen e Pérez por Sainz. Com os pneus mais novos, o tinha boa vantagem para o mesmo mexicano mexicano sem poder abrir a medida para ganhar desempenho.

George Russell brilhou no Miami GP — Foto: Mark Thompson/Getty Images

Russell e Hamilton também travaram dura batalha, mas ganharam uma posição graças a um erro de Valtteri Bottas. George conseguiu ultrapassargem sobre o companheiro e assumu a quinta posição na 51ª volta.

Verstappen quer se defender e aconselhar a abrigar a diferença ou evitar seus ataques do piloto da Ferrari e garantir a terceira vitória na temporada. Leclerc em segundo e Carlos Sainz em terceiro completaram o pódio. Russell, que largou em 12º terminou em 5º.

Leave a Reply

Your email address will not be published.