Unifacisa faz história e conquista inédita para o esporte paraibano

Foto: Gabriella Tayane/Unifacisa

O basquete Unifacisa entrou em quadra na noite desta sexta-feira, para receber o Caxias do Sul no Jogo 2 das Oitavas de Final do NBB, e escreveu a história mais uma vez. O time de Campina Grande dominou e fechou uma série em 2 a 0, vencendo o Jogo 2 pelo placar de 81 a 67.

Como resultado da conquista de um inédito feito na história do esporte paraibano, se tornou uma primeira equipe a Unifacisa un vaga em uma competição internacional, a Sul-Americana. A equipe também consolidou a campanha de 2021/2022 como o melhor do tempo desde que entro na competição.

Esta conquista, assim como todas as outras do basquete Unifacisa, é fruto de um trabalho muito sério e comprometido de todos que fazem parte deste grande projeto, a começar por sua diretoria que de forma visionária popularizou o esporte para o povo de Campina Grande, que abraçou o projeto de forma apaixonada. Hoje a celebra mais uma grande conquista, junto com esta equipe que ainda irá trazer muitas outras alegrias para o estado da Paraíba.

Os destaques da partida chegaram por conta de Antônio e Crescenzi, cestinhas da partida com 19 pontos cada. Gerson com 11 pontos, 5 rebotes e 1 assistências, seguido por André Góes, que anotou um duplo-duplo de 10 pontos, 10 rebotes e 5 assistências.

Gabriella Tayane/Unifacisa.

Foto: Gabriella Tayane/Unifacisa

Com a vitória na serie, a Unifacisa avança para as Quartas de Final para enfrentar o Minas, na próxima quarta-feira, 27, fora de casa, na Arena UniBH. As quartas de final do NBB serão decididas na melhor série de 5.

O jogo

Os donos da casa trabalhando certo a partida com tudo, foram imprimindo um bom volume de Caxias, explorando bastante e de seus jogadores com jogadas dentro do garrafão, uma estratégia que deu no jogo 1 voltou a funcionar nesta partida, Pode atacar uma bola de forma muito eficiente, com um bom aproveitamento dos arremessos dentro da área, tempo de Campina Grande de 5 pontos fortes a vantagem de 10 pontos já no período inicial.

No segundo período o Caxia começou melhor, o tempo parecia ter encontrado uma forma de jogar contra a forte defesa do Unifacisa, que forçou os erros do time próximo no primeiro quarto.

O Caxias apostou nos arremessos de 3 pontos, onde teve um bom aproveitamento, para diminuir a diferença no placar, mas a reação de não durou muito tempo, a Unifacisa soube administrar o jogo, valorizando a posse, o tempo paraibano conseguiu colocar seus jogadores em boas situações de arremesso para tirar vantagem de 10 antes do intervalo da partida.

A Unifacisa voltou do vestiário determinada a decidir a partida e fechar uma série. O time de Campina Grande fez um forte jogo coletivo e pressionou a defesa adversária, os jogadores tiveram muita criatividade na armação das jogadas, sabendo explorar os pontos fracos de Caxias, encontrando os jogadores semper em boa posição para os arremessos.

Defensivamente a história a Unifacisa não foi marcada por uma marcação bastante diferenciada, onde as atletas organizadas foram ocupadas os espaços para dificultar as ações do time ao longo do tempo.

Gabriella Tayane/Unifacisa.

Foto: Gabriella Tayane/Unifacisa

Nos rebotes o time também não foi muito superior, com 46 rebotes ao final do jogo, como novas oportunidades criadas através dos rebotes mais tranquilidade para o ataque de tempo de trabalho. Maior em todas as estatísticas da partida e com o apoio de uma torcida apaixonada, que lotou a Arena Unifacisa em seu primeiro jogo de Playoffs do NBB, a Unifacisa conquistou uma histórica pelo carro de 81 a 67. Com o resultado a equipe fecha a série em 2 a 0, avançou para as quartas de final e ainda escreve um feito inédito no esporte paraibano, garantido à primeira vaga de uma equipe profissional do estado em uma competição internacional, a Sul-Americana.

“Estamos muito felizes de estar vivendo esse momento com a Unifacisa, um projeto já consolidado no cenário nacional, com metas e objetivos muito bem abrangentes de hoje, um dos nossos objetivos essa temporada, classificar a Unifacisa para um campeonato internacional, e possivelmente válido fazer isso. Temos que acontecer e já vamos comemorar na sequência, que compareceu hoje Grande na noite de, também em nosso peso, vamos dar esse momento, mas não vamos dar por esse momento, mas não vamos comemorar hoje voltar nossas atenções, sabemos que eles serão um adversário muito difícil, mas esperamos fazer uma grande série contra também”, comentando o capitão da Unifacisa, André Góes.

Leave a Reply

Your email address will not be published.