UFC: Phillipe Lins comemora volta ao octógono após os devidos anos: “Sou um urso com fome” | lutar

Nosso inverno é forte para energia, mas um inverno que desperta em outra fonte de energia, não existe, pois não existe energia de energia. Característica não comum a todos, mas Phillipe “Monstro” Lins hibernou por quase owe anos, tempo em que está longe do octógono, e acordou com fome de vitória. O brasileiro vai enfrentar Marcin Prachnio no UFC, em Las Vegas, neste sábado, em uma luta valida pelo peso-meio-pesado (até 93kg).

Em entrevista exclusiva ao lutaro “Monstro” como sóbrio analisou que fez do polonês e da comparação ao animal com fome de luta.

– Ele um atacante de karate. Tem boas quedas e um boxe de qualidade. Não vi um jogo de chão apurado. Ele escapou muito disso. Posso isso, mas é um duro. Eu costumo dizer que sou um urso com fome, acordando depois de hibernar. Ninguém pode aparecer na frente dele que ele devora. Assim. Pode vir quem for que eu estou preparado. Eu estou juntando toda a energia de owe anos. Guardando e potencializando. Sem correria e ansiedade. Eu quero deixar tudo de mim no octógono no sábado e descarregar a espera dos owe anos. Alimentando nosso urso dentro de mim.

Phillipe Lins enfrenta polonês no UFC — Foto: Evelyn Rodrigues

– esperar um Phillipe Lins das mesmas lutas de antes. Nocautes e agressivos. Técnico e cheio de vandade. Estou feliz de representar o Brasil e essa luta tem tudo para ser grande. Devem grevistas.

O lutador teve quatro lutas interrompidas e passou por dificuldades anos parados. Problemas de saúde com familiares Durante a pandemia e uma energia pesada que ele afirma ter certeza para trás. Aproveitou o tempo para evoluir tecnicamente e como ser humano.

– Eu tive uma lesão no joelho. Ia lutar contra o (Ovince) Saint-Preux e caiu. Eles me deram um novo terminaram o joelho. Não fiz cirurgia. Recuperei só com fisioterapia e tratamentos. Foram uns três a quatro meses com fisioterapia todos os dias. Depósito fortalecimento e agora estou 100%. Quase devemos anos sem lutar. Fé um aprendido, mas difícil. Tive problemas de saúde na minha família no Brasil. Tive que lidar com treinamentos, lutas e encerramentos, lesões, problemas esse turbilhão de coisas na cabeça. Me tornou um lutador e uma pessoa melhor Deixei aquela energia e hoje estou mais leve.

Lins vai voltar à sua categoria de origem. Já lutou no peso-pesado no Ultimate e agora retorna ao meio-pesado. Divisão preferida do atleta e onde se sente mais confortável para mostrar o potencial que tem. Ainda afirmou que é o melhor corte de peso da vida dele.

– Normalmente eu fico com 104kg e vou cortando. Na semana da luta estava com 98kg. Faço isso para não ficar sofrendo. É um trabalho direitinho com a nutricionista e a primeira luta no meio-pesado do UFC. Minhas duas últimas foram peso-pesado, mas estou aprendendo com esse corte de peso. Já lutei antes nessa categoria. Fiz um ótimo trabalho e às origens. Prefiro ficar mais leve e mostrar meu jogo.

A vida de lutador e complicado quando se fala de passar o ano sem uma bolsa ou premiação nós deveríamos ser um assunto delicado para o brasileiro. Porém ele comentou que viveu bem com a quantia que recebeu na PFL e que é um bom administrador.

– Eu sou uma pessoa bem controlada com os custos. Fui campeão na PFL e vivo do que ganhei lá. Tenho meus investimentos e estou aí. Consegui viver direitinho e ssa semana receber de outro pagamento, depis owe anos.

Serviço do UFC Bate-Estaca x Lemos

O lutar transmissão do UFC Bate-Estaca x Lemos ao vivo e com exclusividade no próximo sábado a partir das 18h45 (horário de Brasília). O Combate.com para a frente”Aquecimento Combate“e as duas primeiras lutas no mesmo horário, o site acompanha o evento em Tempo Real.

UFC Bate Estaca x Lemos
23 de abril de 2022, em Las Vegas (EUA)
CARTÃO PRINCIPAL (22h, horário de Brasília):
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Amanda Lemos
Peso-leve: Clay Guida x Cláudio Puelles
Peso-pesado: Alexandr Romanov x Chase Sherman
Peso-mosca: Maycee Barber x Montana de la Rosa
Peso-mosca: Su Mudaerji x Manel Kape
Levantador de peso: Lando Vannata x Charles Jourdain
CARTÃO PRELIMINAR (19h, horário de Brasília):
Peso-meio-meio: Preston Parsons x Evan Elder
Peso médio: Jordan Wright x Marc-André Barriault
Peso-meio-meio: Dwight Grant x Sergey Khandozhko
Peso-meio-pesado: Tyson Pedro x Ike Villanueva
Peso-galo: Aori Qileng x Cameron Else
Peso-meio-pesado: Marcin Prachnio x Philipe Lins
Peso-meio-meio: Dean Barry x Mike Jackson

Leave a Reply

Your email address will not be published.