UFC Londres: Tom Aspinall finaliza Volkov e a festa britânica no octógono – 19/03/2022

Depois de muito tempo, o UFC voltou a realizar um evento em Londres (ING). E o partido britânico foi forte, com muitos lutadores da Casa vencendo suas respectivas lutas, sendo a principal Tom Aspinall.

O peso pesado enfrentou o russo Alexander Volkov na luta principal do card de Londres e, estimulado pela torcida, saiu na frente e conquistou sua oitava vitória consecutiva no geral e a quinta em cinco lutas no Ultimate.

A luta

Com a torcida a seu favor, Aspinall subiu desde a largada e tentou encontrar o melhor espaço para derrubar e conseguiu. No chão e no peso, o lutador local usou e abusou do domínio por cima, impedindo as tentativas de fuga do russo.

O inglês tentou a kimura, mas sem sucesso e Volkov acabou se levantando. Após alguns socos, o russo conseguiu acertar uma direita que derrubou Aspinall, mas o rival se levantou e tentou agarrar após uma tentativa de chute alto. Quando encontrou a oportunidade certa, conseguiu agarrar a kimura, encaixar e finalizar. Após a luta, ele desafiou o australiano Tai Tuivasa para uma luta.

“E se o Sr. Tai Tuivasa me enfrentasse? Vamos tomar um sapato, meu amigo? disse Aspinal.

LEIA TAMBÉM

+ Conor McGregor mira luta de cinturão contra Usman: ‘Se não for ele, quem vai?’

A sensação inglesa reage e vence por finalização

O nome de Paddy Pimblett foi cantado como o grande “descoberta” do MMA e alcançou esse status no UFC. E neste sábado, ‘Paddy the Baddy’ deu mais um sinal de que poderia ser a grande estrela britânica que a organização queria desde a aposentadoria de Michael Bisping.

E quase tudo foi para o espaço quando o rival, o mexicano Rodrigo ‘Kazula’ Vargas, acertou uma direita que derrubou o inglês e passou por cima de Pimblett. Mas ele conseguiu se levantar e usou suas habilidades de judô (harai-goshi) para derrotar o mexicano e finalizar com um mata-leão para vencer sua quarta luta seguida e sua segunda luta no UFC.

euuana Dread é eliminado e a sequência invicta acabou

Única representante brasileira no UFC Londres, Luana Dread enfrentou outra lutadora da casa, Molly McCann. Mas o duelo não correu bem desde o início para a brasileira, que se viu lutada por ‘Meatball’ e quase sucumbiu a um soco de direita do lutador inglês.

McCann entrou e se manteve mais ativa, conseguindo acertar os golpes apesar de Luana conseguir se distanciar para escapar deles e usar seu jogo. O ritmo lento da brasileira deixou o britânico mais solto e até provocou no final da primeira volta, com um ‘sambadinha’ para tirar a rival da cabeça.

Largada no segundo round, Luana usou bem o muay thai no início, mas acabou sendo encurralada por McCann e nocauteada, a inglesa aplicando golpes nas costelas. A brasileira tentou se defender da melhor maneira possível e até reagiu quando o árbitro pediu para os dois se levantarem, mas foi novamente derrubado por ‘Meatball’.

No terceiro round, o ritmo da luta esquentou, com a troca de golpes e a postura da brasileira se afastando cada vez mais da inglesa. No entanto, em uma troca de golpes, uma cotovelada giratória de McCann foi certeira e nocauteou o já atordoado brasileiro, encerrando uma sequência de duas vitórias para Luana.

Resultados UFC Londres – Aspinall x Volkov

Mapa principal

Tom Aspinall derrotou Alexander Volkov por finalização (3m45s do R1)

Arnold Allen derrota Dan Hooker por nocaute técnico (2m33s do R1)

Paddy Pimblett derrotou Rodrigo ‘Kazula’ Vargas por finalização (3m49s do R1)

Gunnar Nelson derrotou Takashi Sato por decisão unânime dos juízes

Molly McCann derrota Luana Dread por nocaute (1m52s do R3)

Ilia Topuria derrota Jai ​​Herbert por nocaute (1m07s do R2)

Preliminar do cartão

Makwan Amirkhani derrotou Mike Grundy por finalização (1m52s do R3)

Sergei Pavlovich derrotou Shamil Abdurakhimov por nocaute técnico (4:03 do R1)

Paul Craig derrotou Nikita Krylov por finalização (3m57s do R1)

Jack Shore derrotou Timur Valiev por decisão unânime dos juízes

Elise Reed derrota Cory McKenna por decisão dividida dos juízes

Muhammad Mokaev derrotou Cody Durden por finalização (0:58 do R1)

Leave a Reply

Your email address will not be published.