“Tia do pix” compra moto e torcida do Athletico se apaixona pelo TEC; veja momentos de uma campanha histórica | copa do brasil

O Tocantinópolis fez história na Copa do Brasil ao chegar na terceira fase da competição. Na sua terceira, o clube eliminou o tradicional Náutico, passou pelo FC Cascavel e participação no Athletico. Mas a história não para por aí, os jogadores do Athleticana foram muito elogiados pela transmissão do SporTV e conquistaram o carinho da torcida Athleticana.

No primeiro jogo, o que marcou também estava fora das quatro linhas. Dona Iane, na “tia do pix”, fez sucesso nas redes sociais e conseguiu arrecadar mais de R$ 23 mil! Ela contorno que conserta a moto nova e compraria novos equipamentos para seus lanches.

Três semanas após o jogo de ida, dona Iane comprou uma moto nova, arrumou a antiga e encomendou seus novos equipamentos.

Dona Iane comprou uma moto nova (esq.) e arrumou a antiga moto (dir.) — Foto: Arquivo pessoal

Esse jogo mudou muito a minha vida. Consegui realizar vários sonhos que eu tinha vosade, mas não tinha condições. Vou abrir minha pizzaria e pastelaria e vou trabalhar. Só tenho que agradecer a Deus e todos”

— Dona Iane

Para o jogo de volta, uma equipe sabia que a missão era impossível, mas jogador de forma justa e elogiou dos aparelhos. Na segunda partida da história do clube, fora de casa, pela Copa do Brasil, o saiu de campo com o sentimento de dever cumprido. Além disso, recebeu o reconhecimento de toda torcida atlética.

Jefferson no braço da galera

Jefferson, goleiro do Tocantinópolis, nossos braços da torcida do Athletico

De imediato, a torcida idolatra Jefferson, goleiro que fez boas defesas e impediu um placar ainda mais elástico. Quando o goleiro fé para torcida, ouviram de Melhor goleiro do Brasil. Nas redes sociais, o arqueiro já ganhou mais de cinco mil seguidores e agradeceu o apoio dos novos fãs.

Multiverso de Copa do Brasil?

Dedé, do Tocantinópolis, conhece o ídolo do Furacão — Foto: SporTV/Reprodução

Em um campeonato que envolve 92 clubes, seria normal encontrar jogadores com nomes iguais, mas, além dos nomes, eles jogarão na mesma posição? É o caso do Nalberth Coelho, do Tocantinópolis, ou seria Dedé?

O zagueiro do Verdão do Norte tem esse apelido por conta do zagueiro do Athletico e disse que ficou muito feliz por encontrar o ídolo. Veja detalhes da origem do apelido aqui. Dedé, do TEC, conta que se impressionou com a torcida da torcida.

– O que mais impressionei foi a torcida apaixonada torcendo os 90 minutos. A recepção também que teve com nosso tempo, uma coisa surreal, que nunca vou esquecer, vou levar esses dados para o resto da minha vida.

“Me sinto honrado”, diz Dedé, zagueiro do CAP, sobre o apelido de Dedé, goleiro do Tocantinópolis

Para despero do narrador Henrique Guidi, uma substituição que aconteceu aos 36 minutos da segunda etapa, determinando a fé para a continuidade do jogo. A entrada do Bilau, no lugar de Alan Maia, levou o narrador a soltar várias gargalhadas. O assunto, é claro, virou febre nas redes sociais.

Everson Bilau aproveitou o momento para tietar Felipão — Foto: Arquivo pessoal

Em vislumbrado ao idadeEverson garantiu que as brincadeiras não ficaram somente nas redes sociais, mas dentro de campo também.

Tanto a torcida, quanto os jogadores me conheciam por conta do apelido. Fiquei assustado com eles brincando comigo, sempre com respeito. Além do reconhecimento pelo futebol, os jogadores falaram que estavam com atenção especial em mim por conta da minha qualidade. Até o Felipão brincou comigo por conta do apelido”

— Everson Bilau

Bilau contorno que o jogo foi um momento único da sua carreira e um dos mais felizes da sua vida. O atleta pegou a camisa do lateral Khellven e prometeu com muito carinho.

– Vou guardar com muito carinho, não só a camisa, como todo o momento que a gente viveu. Vai ficar marcado na minha carreira e na minha memória.

Os aplausos de Alan Maia

Ao ser substituído contra o Athletico, Alan Maia conseguiu um feito surpreendente: fé aplaudido de pé por uma grande maioria dos torcedores do Athletico. O atleta, que marcou um gol no jogo de ida, agradeceu o carinho do jogador.

– Camisa Deus vemndo muito e estou vivendo um momento maravilhoso com o Tocantinópolis. Não imaginar que iria sair aplaudido pela torcida adversária, esse momento sempre vai sair da minha cabeça, são poucos jogadores que têm esse privilégio. Fui feliz mais uma vez e todos reconheceram não só o meu trabalho, como o da equipe hoje.

O atacante de 1,68m brincou com o gol marcado no jogo de ida e agradeceu o reconhecimento do ex-jogador e comentarista Ricardinho, que elogiou bastante sua partida.

– Eu trabalho para fazer bons jogos e ajudar, eu trabalho para executar, fazer objetivos e contribuir com assistência também, mas não muito na assistência para fazer minha cabeça em fazer um gol de cabeça. Fico muito feliz em receber um elogio do Ricardinho, um cara que tem história no futebol nacional. Eu vou jogar de lateral-esquerdo e marcava muito também, venho me preparando cada vez mais fisicamente para ajudar na defesa e atacar.

Jairo Nascimento vem fazendo um trabalho consistente no comando do Tocantinópolis. Bicampeão Estadual, o técnico comanda a equipe no feito histórico da Copa do Brasil e parte para conquistar a melhor campanha do clube na Série D.

– Ele estava fazendo a estreia pelo Athletico e desejai sorte. Ele nos parabenizou pela nossa campanha. Foi o encontro de duas gerações. Uma noite de muito aprendida. Fico feliz com os elogios com a forma que jogamos. Vá seguir por mais e buscar nossas metas.

Jairo Nascimento e Felipão se cumprimentam antes do jogo — Foto: Osmar Júnior

O técnico falou sobre as dificuldades do próximo jogo pela Série D e sobre o legado que está preparado no Verdão do Norte.

– Temos metas pela frente, mesmo a Série D sendo muito difícil, vamos buscar o acesso. O primeiro objetivo é brigar o jogo para estar dentro do G4, classificar para próxima e após isso, pensar em sofrer. Sobre legado, eu deixo para os torcedores falarem. Penso sempre em trabalhar para colocar o Tocantinópolis no topo dos países.

“Marcado para sempre”

Em todas as entrevistas, uma frase foi muito repetida: “Vai ficar marcado para sempre na minha carreira e na minha memória”. Para os jogadores que passam pelas dificuldades na vida para realizar o seu sonho, jogar na Arena da Baixada fé ou ápice da carreira.

– O carinho dos torcedores, dos jogadores, toda a recepção do hotel até o estádio. Reconhecendo nosso feito e nos parabenizando, nos alaudindo. – agradeceu Bilau

Athletico-PR x Tocantinópolis Copa do Brasil — Foto: Robson Mafra/AGIF

Chico Bala foi mais um que destacou também o respeito da torcida Atléticoana a situação em um sentimento: gratidão!

– A humildade, a facilidade e o que tivemos respeito. Desde a presidente aos jogadores. Sentimento de gratidão! Que Deus agrade a vida que dos jogadores do Athletico foram seres vivos com a gente.

Nas redes sociais, vários torcedores do Athletico e adotaram ou Verdão do Norte declaram torcida para o clube tocantinense na Série D.

Torcedores do Athletico declaram torcida para o TEC na Série D — Foto: ge

Com o slogan “A mais democrática”, tem Copa do Brasil mostra que o futebol vai muito além de 90 minutos. A história, proporcionada aos jogadores do Tocantinópolis, mostra que o futebol também proporciona carinho e solidariedade. Para esse elenco que continuou brigando pelo acesso à Série C, a torcida estará cada vez maior.

O Tocantinópolis joga contra o Moto Club neste sábado (14), às 16h (de Brasília), no estádio Ribeirão, em Tocantinópolis. A partida é valida pela quinta rodada do Brasileiro Série D.

*Sob supervisão de Edson Reis

Leave a Reply

Your email address will not be published.