Sem contrato, Henrique avisa o Cruzeiro e cobra a dívida; agente reclama: “Ele foi abandonado” | cruzeiro

Entre os contratos que não foram transferidos para a SAF de Ronaldo está o do meio-campista Henrique. O dar questionou sobre a situação do jogador e procurou ouvir as partes. Desde janeiro, ele não tem mais contrato com o cruzeiro e já notificou o clube em busca da reativação do contrato por conta da lesão sofrida no joelho direito, além de receber valores atrasados, que chegam a 10 milhões de reais segundo cálculos.

O caso é encaminhado ao departamento jurídico da cruzeiro. O contrato de Henrique é com a associação e não foi encaminhado à SAFem janeiro, além de outros links.

Edu, do Cruzeiro, e Hulk, do Atlético-MG, disputam o troféu do Craque do Mineiro; voto!

Como não tem parentesco, Henrique, segundo sua equipe, pagou o tratamento para recuperar o joelho direito. em contato com o darLeandro Lima, empresário do jogador, diz que Henrique foi abandonado pelo clube mineiro.

– A maior preocupação nem é a questão financeira. Todos conhecemos a situação do clube, mas em 2022, Henrique, ainda lesionado e em tratamento, teve alta cruzeiro e por SAF. Ele não é um ser humano assim. Ele não tem ajuda. Literalmente abandonado. Depois vão reclamar de serem cobrados e não conseguirem cadastrar novos atletas – disse o agente.

“Desde janeiro deste ano, eles não pagam mais o tratamento. Hoje, o Henrique está pagando o tratamento! club e SAF, mas também foi ignorado.”

O cruzeiro também foi abordado para comentar o assunto. O caso é confiado ao departamento jurídico do clube.

Henrique, meio-campista do Cruzeiro — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O empresário disse que o contrato deveria ter sido prorrogado devido à da lesão no joelho direito sofrida durante seu contrato com a Raposa.

-O cruzeiro alegam que o contrato de Henrique terminou em 31 de dezembro, eles o dispensaram. O clube e a SAF sabem que estão errados. A Lei e as decisões da Justiça são claras. Como ainda está lesionado, Henrique continua sendo um atleta ligado ao cruzeiro e agora para SAF. Tentamos várias vezes resolver o assunto de forma amigável, mas desde janeiro deste ano a diretoria nos ignorou. Não respondem aos nossos contatos, não nos procuraram à toa.

“A dívida (hoje) é muito grande, e eles (cruzeiro) estão escondidos na lei SAF. É um valor alto. A maior preocupação não é a parte financeira, é porque ele está machucado. Ele foi abandonado por cruzeiro. Não houve ajuda. Literalmente abandonada.”

Assista: tudo sobre cruzeiro na ge, na Globo e na sportv

Segundo o empresário, o cruzeiro também deve valores a Henrique a partir de setembro de 2019, ano em que o clube foi rebaixado. Segundo ele, as tentativas de chegar a um acordo não foram bem-sucedidas.

– Estamos tomando nossas providências, tentando todos os meios para encontrá-los, com ligação e notificação, mas eles agiram e não se posicionaram. O cruzeiro tem valores devidos desde setembro de 2019! Hoje a dívida é alta e só aumenta, virou uma bola de neve. Repito, estamos tentando resolver a situação amigavelmente há mais de um ano, mas desde dezembro de 2021, o clube definitivamente desapareceu! Ele desapareceu, finge que nada está acontecendo, pior, ele se esconde atrás da SAF.

Henrique fez três estadias no cruzeiro e soma mais de 500 jogos pelo clube. Após o rebaixamento, foi emprestado ao Fluminense, retornando em 2020 para a Série B, mas não conseguiu vencer. Devido a lesões no joelho, ele não joga desde outubro de 2020.

O podcast ge cruzeiro está disponível nas seguintes plataformas:

Parceiro 5 Estrelas – Cruzeiro — Foto: Propaganda

Leave a Reply

Your email address will not be published.