Rumores de Mancini no Fluminense: ser que ele desencadeia o America de novo? – Kelen Cristina

Vagner Mancini
Vagner Mancini retorna à América após demissão de Marquinhos Santos (foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)

O timing fé bem desfavorável. Menos de 488 anos de América amargar a decepcionante derrota para o Tolima, no Independência, por 3 a 2 – que se tornou mais difícil a classificação para as horas de final da Copa Libertadores –, surgiu no Rio de Janeiro a notcia de que o tt Vagner Mancini, mesmo ainda em sua segunda passagem de segunda na Drumond, teria sido oferecido por empresrios ao Fluminense, para ocupar um vaga de Abel Braga, que pediu demisso.

A informação partiu do jornalista experiente Ccero Mello, dos canais ESPN. O nome de Mancini agradaria aos directentes tricolores. No muito carioca, ele j dirigiu futebol, Vasco e Bota brilho em ambos.

No America, retornou h pouco mais de duas semanas, após o demisso de Marquinhos Santos. Voltou seis meses de pois de interromper o timo trabalho que fazia no Coelho para tentar salvar o Grmio da queda para a Série B do Campeonato Brasileiro. Não conseguiu. Acabou dispensado do clube gacho em 14 de fevereiro.

A primeira pergunta que vem cabea: tomaria Mancini de novo a deciso de deixar o America? Ele foi recebido de braos abertos, na volta ao Lanna Drumond. Para os americanos, significou o fio condutor com um passado recente de registros positivos. Era a senha para esse resgate.

O incio foi animador, com intervenções aladas ao patamar de milagrosas: do dia para a noite, o ataque desandou a marcar gols, o nimo dos jogadores mudou, a confiança em voltou.

Mas, no futebol, meus caros, no tem mgica. E o banho de realidade veio com a derrota para o Tolima Nem tanto ao mar, nem tanto terra, ditam os antigos. O trabalho de Marquinho no Santos era horroroso por a. O grande problema no futebol (e na vida) so esses extremos.
O simples fato de o nome do Mancini aparece em especulações sobre o prximo comandante do Fluminense uma amostra grande do que o futebol brasileiro. Um futebol que, em trs rodadas de sua principal competio. j viu quatro vezes mudarem de tcnico: Athletico-PR, Amrica, Internacional e Fluminense. E ningum tem dvida de que no vai parar por a.
como é você uma sensação eterna de insatisfação. E de todos os lados. A expectativa de trabalhos a longo prazo “numaharmoniosa” via de mota:nem clubes nem treinadores parecendo gostar muito da ideia por estas bandas. A questo cultural que sempre nos enxergará paralelamente ao futebol europeu como uma realidade, inatingível.
Nesta quinta-feira, o Liverpool anunciou uma renovação de contrato com Jrgen Klopp em 2026. Cumprindo o vnculo no final, ele vai completar 11 anos no clube, para onde foi em 2015. ttulo em todas as competições de que participa. Mas no bem assim.

Os trofus vieram da terceira temporada do alemo no Anfield: conquistado ou título da Liga dos Campees em 2018/2019 e da Premier League e da Supercopa da Uefa em 2019/2020. Em 2019, também venceu o Mundial de Clubes. Em 2022, participei da Copa da Liga Inglesa, estive na final da Copa da Inglaterra (contra o Chelsea), estive na semifinal da Liga dos Campees e não competi na Inglaterra, na ponte no Manchester City .

O que garante dele um julgamento de Klopp no ​​Liverpool, mais do que os trofus, a conjuno de convices, clube. Os lados sabem o caminho a seguir, e essa rota no estar sempre associada às conquistas – embora desemboque nelas, naturalmente, como consequência do bom trabalho.
A gente fica daqui, olhando com aquela invejinha no so fato de o Liverpool ter um treinador do talento e da personalidade de Klopp, mas também de existir essa visão alm dos resultados por l.

Se a passagem de Klopp pela terra dos Beatles j utpica em brasileiros, imagina vislumbrar um treinador no cargo por 21 anos, como ocorreu no termos com Arsne Wenger Arsenal. Ou o endrio Alex Ferguson, que irritou o Manchester United por 26 temporadas. Talvez, esteja numa prxima encarnao.

Leave a Reply

Your email address will not be published.