Rodízio e mudanças táticas: como é o trabalho “terra-a-terra” de Vítor Pereira no Corinthians | corinthians

Depois da vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, no fim de semana, Vítor Pereira definiu seu trabalho no corinthians. O treinador disse ser um “terra-a-terra”, compé no chão.

– Somos o corinthians, temos alma grande, mas não somos Dom Quixotes, não pensem que é fazer assim (estalo) e melhores do que eles. Os Dom Quixotes desta vida é que pensam assim, eu sou um terra-a-terra, sei que de vez em quando vou levar pancadas e estou preparado para criticas – disse o treinador.

Desde que chegou ao corinthiansVítor um rodí titular da temporada que é preciso fazer o tempo para controlar o desgaste ao longo da temporada. E tem dado certo. O Timão é líder do Brasileirão e de seu grupo na Libertadores.

A stratégia deve ser mantida nesta quarta-feira, contra o Deportivo Cali, às 21h (de Brasília), na Colômbia, mas provavelmente sem o técnico – que não viajou com o elenco por causa de protocolos relativos ao Covid-19.

Enquanto o treinador mantém com os pés no chão, seu trabalho vai aparecendo em campo, como foi contra o Fortaleza, onde uma mudança bem todos organizados foi fundamental na vitória.

Corinthians 1 x 0 Deportivo Cali: Vítor Pereira faz notas — Foto: Staff Images/Conbol

Com seu jogo travado por um Fortaleza armado com a linha de três zagueiros, dando liberdade para seus alas, Vítor Pereira teve que mexer na formação de sua equipe. Sacou Renato Augusto e colocou o sistema Raul Gustavo, espelhando rival e deixando o corinthians melhor na partida.

O principal disso tudo é o entendimento tático que o treinador já tem de seu elenco, além, claro, da execução. Mesmo com sequências de treinos, uma linha defensiva de cinco do Timão funcionou de maneira organizada.

– O professor vem trabalhando de várias maneiras. É que vocês (imprensa), como não têm acesso pela pandemia, não veem. Isso é trabalhado. Muitas vezes ele trabalha essa resolução. Já estamos nos acostumando – disse o goleiro Cássio.

– A gente já vinha treinando isso. Sempre mesclamos entre devemos e muito zagueiros. Isso já vem de treino. Conseguimos pôr em prática em jogo – corroborou o volante Du Queiroz.

Corinthians jogando com uma linha de cinco na defesa — Foto: Reprodução/Globo

Na imagem acima é possível ver a linha de cinco organizada no campo de defesa. Willian, neste caso, ate acompanha um dos zagueiros do Fortaleza, mas não se compara com o “sacrifício” tático que o experimentou no primeiro tempo.

Um dos pontos mais importantes que aparecem nesta formação foi a mudança no desempenho de Willian. Sobrecarregado, o ataque teve que voltar muito para marcar no primeiro tempo, quando o Timão atuou com a linha de quatro.

Já na segunda etapa, teve mais liberdade e fôlego para desempenhar no campo de ataque. Essa formação ajuda não só ele, mask quer que seja o ponta. Isso porque eles passam a flutuar mais no setor ofensivo. Podem tentar o meio, abrir espaço para os alas, ou explorar melhor os lados.

Com uma temporada longa e com times que jogam de diversas maneiras pela frente, Vítor Pereira mostrou seu repertório enquanto pratica o rodízio. Mas mudanças são feitas contra o Deportivo Cali.

Vítor Pereira conversa com o elenco em treino do Corinthians — Foto: Rodrigo Coca/Ag. corinthians

Sem Paulinho, com lesão grave no joelho, e buscando manejar ou desgaste do elenco, Vítor Pereira pode levar a campo o seguinte: Cássio, Fagner, Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz, Maycon e Renato Augusto; Gustavo Mantuan (Róger Guedes), Willian e Jô .

A escalação é baseada no rodízio do tempo e pelo que o Vítor Pereira tem como introdução. Giuliano, que não atua desde o jogo contra a Portuguesa-RJ, pela Copa do Brasil, pode ser uma opção.

Du Queiroz, por exemplo é um jogador que vem de dez jogos seguidos de uma sequência, como titular ou reservado. Maycon e Renato Augusto vêm de três partidas. Mudanças no meio podem ocorrer.

Com mudanças ou não, com a vitória ou não, Vítor Pereira reafirmou que é necessário ter paciência e pés no chão.

– A camisa tem história grande, um orgulho enorme, mas epa: vamos com os pés na terra e construir o futuro com paciência.

O ge corinthians podcast está disponível nas seguintes plataformas:

+ Assistir: sóbrio tudo o corinthians na Globo, sportv e ge

Leave a Reply

Your email address will not be published.