Qual é o impacto da série “Drive to Survive” na Fórmula 1?




Drive to Survive ajudou a F1

Drive to Survive ajudou a F1

Foto: Unsplash/Grande Prêmio

O interesse das pessoas na Fórmula 1 não está crescendo por acaso, mas por causa do trabalho de divulgação cada vez mais digital da Liberty Media. Um dos maiores sucessos da atualidade é a série Conduzir para sobreviver, disponível no catálogo da Netflix desde 2018. O objetivo do programa é dar um outro olhar sobre a categoria, e uma pesquisa realizada pela equipe da Betway mostra que o balanço é positivo. Um aumento na audiência nos Estados Unidos, por exemplo, está ligado ao show ganhar uma quarta temporada este ano.

De acordo com uma pesquisa do blog Betway Insider, entre 2020 e 2021, a audiência da F1 cresceu mais de 58% apenas nos EUA. Globalmente, o crescimento foi de 5% no mesmo período e a categoria atingiu mais de um bilhão de espectadores. Uma abundância de fãs, mas isso deve aumentar ainda mais na próxima temporada. Além da disputa mais acirrada no misto, como foi possível ver durante o GP do Bahrein, há também a repercussão da série de sucesso na Netflix.

Drive to Survive estreou em 2018 e dá uma visão diferente dos bastidores da Fórmula 1, com entrevistas e filmagens que normalmente não acompanhamos em shows tradicionais de fim de semana. Por exemplo, na primeira temporada, a equipe McLaren ganhou notoriedade e atraiu a atenção dos curiosos. Enquanto isso, na temporada que começou em março deste ano, o destaque foi a disputa entre Verstappen e Hamilton, que venceu mais de 80% das corridas.

A pesquisa também aponta para o crescimento digital da F1, foco principal da Liberty Medida, empresa que pagou US$ 4,4 bilhões a categorias policiais em 2016. Alguns números mostram que o engajamento nos serviços sociais das redes sociais praticamente dobrou nos últimos anos. . Entre 2019 e 2020, por exemplo, mais de 800 milhões de usuários foram afetados, com um crescimento de 99%. Ou seja, estamos falando de um forte impacto nas mídias digitais.

As equipes sentem o impacto da série

Uma curiosidade é que nem todas as equipes aprovaram a ideia de Conduzir para sobreviver, mas o sucesso de audiência fez com que alguns diretores mudassem de ideia. Em um bate-papo publicado pela equipe no Betway, site de apostas da F1, o CEO da McLaren, Zak Brown, admitiu que o verdadeiro sucesso da série na categoria foi uma grande surpresa. Isso mudou a cabeça de muitas pessoas.

“Foi um verdadeiro sucesso para a F1. Se fosse apenas uma série sobre carros em uma pista, poderia não ser um sucesso, mas quando você entra na política, mudanças, rivalidades, e é sempre o que acontece, eu não faço isso. Não vejo nenhuma razão para não poder continuar por muito tempo”, disse o chefe da McLaren. Isso mostra que a visão das equipes para a série mudou completamente.

Um dos motivos é o público de Conduzir para sobreviver, visto mais de 50 milhões de vezes. A terceira temporada, lançada em 2021, foi a de maior sucesso e os produtores esperam repetir isso com este ano. Outra expectativa é para 2022, devido a uma temporada que promete ser ainda mais intensa que as demais. A F1 tem tudo para voltar a ser um sucesso de público, seja aqui no Brasil ou em outro país.

temporada 2022

Além da maior presença digital, principalmente com as séries na plataforma de streaming, a F1 também deve ganhar maior atenção da mídia para as emoções em pista. Durante o primeiro GP do ano, no Bahrein, por exemplo, a Ferrari surpreendeu a todos e marcou 44 pontos com um duplo de Charles Leclerc e Carlos Sainz. Um resultado que acabou com o domínio da Red Bull e Mercedes na categoria.

Ou seja, o momento da F1 é muito diferente do passado e a Liberty Media vem trabalhando muito para colocar a categoria de volta no topo das paradas. Algo que será difícil, mas possível com a ajuda de recursos digitais. Não se trata apenas de usar as redes sociais, trata-se também de fazer o show Conduzir para sobreviver continuam a fazer sucesso no catálogo Netflix. Tudo isso ajuda muito a categoria.

Acesse as versões em espanhol e português-PT de GRANDE PRÊMIOalém dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.