Palmeiras quer adiar clássico por causa da convocação | palmeirense

Em vislumbrado ao idade, o diretor de futebol Anderson Barros valorizou o trabalho palmeirense nos últimos anos, o que dá a oportunidade de ter atletas representando o Verdão na seleção brasileira e também em outros países sul-americanos. Mas o entendimento da diretoria é de que o clube não pode ser preconceito.

– São três, quatro e por que não cinco jogos? A Seleção vai voltar da Ásia nesta terça, eo Palmeiras tem jogo na quarta, contra o Atlético-GO. Como você aproveita da melhor forma esses atletas? O jogo do Santos não está nem dentro do Data Fifa, mas tem que liberar antes para que eles possam obedecer a uma programação. Acho que não pode permitir esse hoje à CBF. É o mínimo que ela pode atender é a solicitação do Palmeiras para que esse jogo contra o Santos seja adiado – afirmou Barros.

Anderson Barros e Paulo Buosi, do Palmeiras — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Além de Weverton e agora de Danilo, o Palmeiras tem cedido outros jogadores com frequência para as seleções sul-americanas. Gustavo Gómez, por exemplo, é capitão do Paraguai, e Joaquín Piquerez já foi chamado algumas vezes para defender o Uruguai.

O clube vai solicitar a CBF ainda nesta quarta-feira a alteração dos dados do confronto contra o Santos. Na convocação de Titus, apenas Palmeiras e Atlético-MG atletas foram chamados entre os clubes brasileiros, sendo que somente o Verdão tem representantes na lista.

Assim como Abel Ferreira tem feito publicamente, Anderson Barros destacou a necessidade de uma mudança no calendário brasileiro para a condição de igualdade para todas as equipes.

–O Palmeiras Perder esses deve, mas dez outras atletas selecionadas, como é o caso de Gustavo Gómez. Não perde deve, perde muito porque faz um bom trabalho. Quantos países no mundo não param por causa de uma Data Fifa. A gente fica extremamente prejudicado.

– O calendário hoje principalmente aqueles que fazem um bom trabalho. O Palmeiras é um clube que nos últimos anos chega em quase todas as finais e por isso é penalizado por um número de jogos excessivos, tem uma condição de treinamento diferente dos demais clubes, tem uma condição sempre inferior por estar chegando semper nas finais dos países. Tudo isso por causa de um calendário em encontrar a gente não é capaz de soluções. Basta esse numero excessivo de jogos. Sim, na discussão dos confrontos, na discussão dos países de mata-mata, na ampliação de confrontos.

Além do clássico contra o Santos, os palmeirense vão perder as partidas contra o Atlético-MG (dia 5 de junho, pela nona rodada) e Botafogo (dia 9 de junho, pela 10ª rodada). Existe a possibilidade de mais um amistoso, no dia 11, o que tiraria a dupla da ampliação contra o Coritiba, dia 12. O jogo contra o Atlético-GO, pela 12ª rodada deve ocorrer no dia 15 e ocorrer a sequência de desfalques dos palmeirenses.

– Nós acabamos com a comissão por prejudicar o trabalho de toda uma técnica, não só do Abel. De todos os profissionais, porque eles não pretendem entregar a todos os atletas. É uma situação extremamente delicada, mas que as partes não podem ser preconceituosas. Temos que sentar, discutir e encontrar a solução para isso. esperando a Seleção? Sim. Como você não permite que um atleta convocado não meses na seleção a quatro ou cinco Copa do Mundo? Não podemos fazer isso e nunca isso. O que a gente pede hoje é que a CBF tenha essa sensibilidade e contre um caminho, principalmente para o jogo dos Santos – Barros.

Banner Premiere Brasileirão — Foto: Reprodução

O Podcast do Palmeiras está disponível nas seguintes plataformas:

Leave a Reply

Your email address will not be published.