Palmeiras estabelece registros e pode bater outras marcas ainda em 2022

A versão 2022 do Palmeiras n / D Copa Libertadores segue implacável com os acessórios e os números. Detentor de várias marcas históricas, o clube alviverde caminha para estabeleccer e ampliar records particulares, nacionais e gerais no torneio.

O que parece mais próximo é o melhor ataque de um tempo na fase de grupos. A marca pertence ao River Plate de 2020, que anotou 21 gols. Mas duas bolas na rede fazem o Palmeiras deste superar os argentinos pelo topo quesito.

Outra marca de melhor aproveitamento de 20 pontos e de aproveitamento de 100 grupos da competição, algo que nós nunca conseguimos, como tendo 16 pontos de 20 pontos de aproveitamento e 16 pontos de vitória de 1968. edição de 1994, o desempenho de 68 “corrigido” para três pontos por vitória equivaleria a 16 — cinco vitórias e um empate.

Se chegar o feito, o Palmeiras será o terceiro brasileiro a chegar à marca, o quinto clube no geral. Tiveram 100% de aproveitamento boca Juniors (ARG) de 2015 (17 gols de saldo), o Santos de 2007 (11 gols de saldo), o Vasco de 2001 (11 gols de saldo), Olímpia (PAR) de 1986 (três gols de saldo), Peñarol (URU) de 1972 (nove gols de saldo), Boca de 1965 (oito gols de saldo), Santos de 1965 (sete gols de saldo) e Peñarol de 1963 (13 gols de saldo).

Por conta do saldo, a marca a ser batida pelo Verdão é a de 2015, do Boca. Como o Alviverde já tem 18 gols de saldo, e precisa obrigatoriamente chegar a 20 para ter 100%, se ganhar os jogos que faltam, o Palmeiras automaticamente também terá a melhor campanha da fase de grupos da história da Libertadores.

Títulos, finais, gols e invencibilidades

O Palmeiras já é, empatado com São Paulo, Grêmio e Santos, um dos brasileiros com mais conquistas no torneio, graças aos seus três títulos: 1999, 2020 e 2021. fé vice em 2000, 1968 e 1961 —, isolamento-se do São Paulo, que tem seis.

A marca de mais jogos sem perder como visitante deve ser do Palmeiras por um bom tempo. Como tem Vitória sobre o Independiente Petrolero (BOL), última na terça-feira (3), o clube paulista chegou a 18 jogos na competição na casa dos confrontos sem derrotas. A contagem sobe para 20 se somadas as finais de 2020 (Maracanã) e 2021 (Monumental, em Montevidéu), jogadas em campo neutro.

Com resultados, o Palmeiras também os principais, sua maior series in 12 jogos.

As 2 participações no torneio já fazem do Palmeiras o clube brasileiro que mais vezes jogou a competição. As sete participações seguidas, desde 2016, também aprimoraram o Verdão no topo da lista nacional de questões, mais uma vez ao lado de São Paulo.

E uma marca pessoal, mas que em parte também pode ser atribuída ao Palmeiras, são as dez participações seguidas de Marcos Rocha no torneio. Metade delas, de 2018 para cá, foram pelo clube alviverde, sendo as cinco anteriores pelo Atlético-MG.

Outros recordes do Palmeiras na Libertadores:

213 jogos disputados – recorde nacional

107 jogos fora – recorde nacional

47 vitórias fora de casa – recorde nacional

168 gols fora – recorde nacional

72 vitórias em casa – recorde nacional

47 vitórias fora de casa – recorde nacional

104 jogos como mandatante – record nacional

121 vitórias – recorde nacional

412 gols – recorde nacional, 6ª marca geral

Todas as pontuações do Palmeiras na fase de grupos:

2022 – 12 (em andamento)

2021– 15

2020 – 16

2019 – 15

2018 – 16

2017 – 13

2016 – 8

2013 – 9

2009 – 10

2006 – 9

2005 – 9

2001 – 16

2000 – 10

1999 – 10

1995 – 13

1994 – 6 (3V e 3D) – equivalente a 9

1979 – 6 (3V e 3D) – equivalente a 9

1974 – 6 (3V e 3D) – equivalente a 9

1973 – 9 (4V e 1 E) – equivalente a 13

1971 – 10 (5V e 1D) – equivalente a 15

1968 – 11 (5V e 1E) – equivalente a 16

1961 – Houve apenas mata-mata

Leave a Reply

Your email address will not be published.