OPINIÃO São Paulo 2×1 Corinthians

Suor, precisão, susto, coração e probabilidades. O São Paulo venceu o Corinthians pela segunda vez nesta temporada, mandou o adversário com o rabo entre as pernas em Itaquera e vai lutar pelo Bicampeonato Paulista em duas finais eletrizantes contra o Palmeiras.

Ele previu um jogo difícil, porque realmente aconteceu. Faltou habilidade (e sorte) para marcar um gol nos primeiros minutos e trocamos a bola com o adversário em um primeiro tempo difícil e com poucas chances de gol. Tudo bem: também não deixamos o rival confortável como tem sido o hábito nos últimos anos em nossa casa. O detalhe do primeiro tempo foi a queima indefensável de Wellington no gol de Cássio, logo após uma jogada em que o zagueiro corinthiano arremessou por cima da linha do gol. Na época, ele disse que o chute lateral ‘surpresa’ de Ceni no lance ganhou força com a explosão da torcida apaixonada e intimidadora no Cícero Pompeu, de Toledo.

No jogo de volta, o gol coletivo que teve a assinatura do lateral direito, Calleri e Alisson praticamente mataram a partida pelo Tricolor. A equipe passou a controlar a partida quase o tempo todo e trouxe novas emoções somente após um incrível erro de Jandrei. O goleiro queria jogar na frente de Jô, que levou desconto para os alvinegros, mas não evitou a eliminação e manteve o tabu de não vencer o São Paulo no Morumbi desde 2017.

O fator casa fez a diferença em um jogo ainda equilibrado, mas muito mais apreciado pelos anfitriões. Agora o jogo é contra o Palmeiras, clube que nos venceu aqui no Morumbi. Apesar da boa fase do Alviverde, dá para perceber que o São Paulo incorporou e cresceu em produção na hora certa, graças ao trabalho de sua comissão técnica. Que excelente trabalho o Rogério fez no início da temporada. Ele ganhou o time e reconquistou o público. Um verdadeiro MITO.

Ah, não pude deixar de esquecer: hoje é o décimo primeiro aniversário do centésimo gol do MITO, à frente do nosso rival no domingo. Um gol que faz mais barulho do que o Mundialito de 2000. Ei, o encontro de hoje definitivamente não é uma boa lembrança para o torcedor corinthiano.

Notas sobre os personagens do jogo:

Jandrei: titular, bom de pé, mas hoje levou um bom susto no final da partida. Medo daqueles que nenhum guardião pode dar. Cuidado com o excesso de confiança. Classificação: 5,0

Rafinha: experiência, liderança e coração. Classificação: 8,0

Diego Costa: O defesa dos rapazes impôs-se de uma forma quase inacreditável. Nota: 8,5

Leo: mais uma atuação segura e intensa. Classificação: 8,0

Wellington: A surpresa de Ceni pediu a passagem e neste domingo ele marcou um golaço que deu início a um jogo difícil no primeiro tempo. Classe A!

Pablo Maia: mais um jogo de monstros do volante. Paulinho está no bolso! Classificação: 9,0

Rodrigo Nestor: encontrou-se na posição e no futebol oferecido pelo Ceni. Hoje, é o número dez da equipe. Classe A!

Igor Gomes: mais um bom trabalho “sujo”. Está sujo de tanta sujeira 🙂 Classificação: 7.0

Alisson: Não apenas pelo propósito, mas pela vibração e intensidade. Se Pablo Maia é a revelação do campeonato, Alisson é a revelação dos recrutas deste ano. Classe A!

Calleri: Como estou brincando, há argentinos que adoram grandes jogos e um deles é o Calleri. Monstro, jogo intenso, lutando contra toda a defesa corintiana e disputando outro para pontuar dessa vez. Nota: 9,5

Éder: um pouco abaixo tecnicamente mas com muita precipitação e intensidade. Nota: 6,5

Luciano, Igor Vinícius, Rigoni, Marquinhos e Talles: é muito bom ver Luciano se esbarrando e provocando o rival que já jogou. Além disso, as pessoas que entraram ajudaram a segurar o resultado no final do jogo.

Rogerio Ceni: Respeita o cara. É um dos melhores do Brasil no banco de reservas. O que ele está fazendo com esse elenco não está nos quadrinhos. Ele ganhou o elenco e reconquistou seu próprio fã. Classe A!

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre Clique aqui.
Veja camisas tricolores na loja Clique aqui.

Saudações Tricolores!
Daniel Perón | São Paulo Sempre!

Eu siga não Kwai
me siga no twitter
me siga não facebook
me siga não instagram

Post aberto a comentários.

Leave a Reply

Your email address will not be published.