Na contagem regressiva europeia, Luiz Henrique pode completar 100 jogos no Fluminense nesta quarta-feira | fluminense

Luiz Henrique vive uma contagem regressiva para a Europa. Vendido ao Betis, da Espanha, por até 13 milhões de euros (cerca de 65,5 milhões de reais na cotação atual) – o Fluminense já começou a receber para negociação – a joia tricolor deixará o clube na próxima janela de julho. Faltam cerca de três meses. Diante das câmeras, logo após conquistar o título do campeonato carioca, no dia 2 de abril, o atacante de 21 anos já falava em tom de despedida:

– Este momento ficará na minha memória. Obrigado por tudo que eu passei Fluminense, o clube que me treinou desde os 10, 11 anos. Só tenho a agradecer e comemorar o título. A meio do ano será um momento muito triste para mim, mas será útil para a minha formação. Em campo, aprendi a lutar sempre – disse em entrevista à “TV Record”, ainda no gramado do Maracanã.

Luiz Henrique durante treino contra a gripe na terça-feira em Barranquilla — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Mas antes de mudar de continente, Luiz Henrique vai dar um passo com a camisa tricolor: completar 100 partidas pela Fluminensefeito que seus ex-companheiros de ataque da “Geração de Ouro” na base não conseguiram: João Pedro saiu após 37 partidas, e Marcos Paulo, após 79. A centésima atuação deve acontecer nesta quarta-feira contra Junior Barranquilla, da Colômbia, às 9 30h30 (GMT), no Estádio Metropolitano de Barranquilla, pela Copa Sul-Americana.

Luiz Henrique veio com o status de titular absoluto do Fluminense desde a temporada passada, mas depois de ser eliminado pelo Olimpia do Paraguai na Pré-Libertadores e da lesão sofrida no tornozelo direito, o jovem ainda não recuperou seu lugar na equipe, embora continue entrando em praticamente todos os jogos. O técnico Abel Braga abandonou recentemente a formação com três atacantes para colocar um jogador a mais no meio-campo, no caso de Ganso, e o escolhido para formar a dupla da frente com Cano é Arias – o que pode já ser um teste voltado para o segundo tempo.

Antes de Luiz Henrique chegar ao seu 100º jogo, a dar eleito o Top 10 dos melhores jogos da joia tricolor, que acumula 10 gols e 12 assistências em três anos como profissional. Ver abaixo:

10º – Fluminense 3 x 0 Chapecoense (Brasil 2021)

Destaques: Fluminense 3 x 0 Chapecoense pela 38ª rodada do Brasileirão

no último jogo de Fluminense em 2021, Luiz Henrique teve seu nome gritado pela torcida no Maracanã. Se não foi brilhante, voltou a ser importante: se mexeu, deu trabalho à defesa adversária e foi coroado com um gol fora da área. Dançou e consagrou a festa tricolor.

9º – Bahia 0 x 1 Fluminense (Brasil 2020)

Destaques: Bahia 0 x 1 Fluminense pela 34ª rodada do Brasileirão 2020

Destaques: Bahia 0 x 1 Fluminense pela 34ª rodada do Brasileirão 2020

Foi decisivo na última vitória na Fonte Nova. Fez sua melhor partida desde que voltou da Seleção Brasileira Sub-20: enquanto tinha uma perna, se movia muito, dava opção aos companheiros e trabalhava para os adversários. E foi coroado com um gol, seu segundo como jogador profissional. Ele só pecou um pouco na recuperação do lado direito, sobrecarregando Calegari em alguns momentos.

8º – Fluminense 3 x 0 Criciúma (Copa do Brasil 2021)

Destaques: Fluminense 3 x 0 Criciúma, pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Destaques: Fluminense 3 x 0 Criciúma, pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Depois de um primeiro tempo discreto, foi decisivo na fase final com participação direta em dois dos três gols: deu uma assistência para Gabriel Teixeira e fez o seu, fechando o placar no Maracanã.

7º – Chapecoense 1 x 2 Fluminense (Brasil 2021)

Destaques: Chapecoense 1 x 2 Fluminense, pela 19ª rodada do Brasileirão

Destaques: Chapecoense 1 x 2 Fluminense, pela 19ª rodada do Brasileirão

O jogo começou a correr na Arena Condá, com uma assistência (por acaso) e um gol. Ele foi fundamental na luta contra Bobadilla pela bola restante para abrir o placar e marcou o segundo cabeceamento de um escanteio que ele mesmo conseguiu. Mas então seu desempenho caiu e ele segurou muito a bola em alguns chutes.

6º – Fluminense 2 x 0 América-MG (Brasil 2021)

Destaques: Fluminense 2 x 0 América-MG pela 34ª rodada do Brasileirão 2021

Destaques: Fluminense 2 x 0 América-MG pela 34ª rodada do Brasileirão 2021

De volta ao time depois de duas partidas no serviço médico, o atacante buscava uma partida e foi quem mais deu trabalho ao América-MG: driblou três gols no mesmo movimento da ala direita, deu a pena para o ponta-esquerdo, tomou algumas más decisões contra a equipa atacante, mas marcou o golo que lhe foi dado de presente por Nino e pela defesa adversária. Ele criou outra grande chance na área no início do segundo tempo e ajudou a defesa em perigo. Ele se cansou no final e deu lugar a Arias.

5º – Cerro Porteño 0 x 2 Fluminense (Libertadores 2021)

Destaques: Cerro Porteño 0 x 2 Fluminense, pela Copa Libertadores

Destaques: Cerro Porteño 0 x 2 Fluminense, pela Copa Libertadores

Começou no banco e entrou no intervalo no lugar de Gabriel Teixeira. E incendiou o Paraguai: entrou muito bem na partida, participando do primeiro gol no primeiro chute. Tornou a defesa de Cerro um inferno, enfatizando a jogada em que ele driblou quatro marcadores de estilo futsal dentro da área. Com Kayky entrando, ele se moveu para a direita e seguiu bem, criando jogadas perigosas.

4º – Cuiabá 2×2 Fluminense (Brasil 2021)

Destaques: Cuiabá 2 x 2 Fluminense, pela 21ª rodada do Brasileirão

Destaques: Cuiabá 2 x 2 Fluminense, pela 21ª rodada do Brasileirão

Na Arena Pantanal, Luiz Henrique abriu o placar com um golaço de chute de esquerda de fora da área. Ele também deu a assistência para o gol anulado de Nonato, quase fez outro golaço com Bobadilla, chutou para o canto da defesa de Walter e ainda teve fôlego para ajudar a defesa a voltar à linha de base para marcar.

3º – Fluminense 2 x 1 São Paulo (Brasil 2021)

Destaques: Fluminense 2 X 1 São Paulo pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro

Destaques: Fluminense 2 X 1 São Paulo pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro

Esse foi o nome da partida contra o São Paulo no Maracanã, onde ele marcou um golaço que deixou o experiente Miranda comendo poeira. Além disso, ajudou muito na marcação do lado direito e foi o segundo mais desamparado da partida com André e atrás apenas de Calegari.

2º – Fluminense 2 x 1 Bragantino (Brasil 2021)

Destaques: Fluminense 2 x 1 Bragantino pela 22ª rodada do Brasileirão

Destaques: Fluminense 2 x 1 Bragantino pela 22ª rodada do Brasileirão

O menino se inspirou no Maracanã e foi quem mais causou problemas a Bragantino enquanto esteve em campo. Ele fez ótimas jogadas, como o gol de Fred, em que 90% do jogo foi dele. Ele deu um chute perigoso que desviou e saiu pela linha de fundo e marcou um golaço em um escanteio que garantiu a vitória. Cansou no segundo tempo, mas continuou sendo a válvula de escape do time até ser substituído por Gabriel Teixeira.

1º – Fluminense 3 x 1 Olympia (Libertadores 2022)

Destaques: Fluminense 3 x 1 Olimpia, pela 2ª fase da Libertadores

Destaques: Fluminense 3 x 1 Olimpia, pela 2ª fase da Libertadores

A atuação mais marcante é uma das mais recentes: o show de Luiz Henrique contra o Olimpia, do Paraguai. No Estádio Nilton Santos, jogou em um quadro real: alinhou pela direita, invadiu a superfície driblando e acertando uma curva, no canto do goleiro. Além do golaço, o atacante deu muito trabalho aos artilheiros paraguaios com sua habilidade e velocidade e também foi decisivo com a assistência do cone para o gol de Cano. Ele saiu no segundo tempo depois de sofrer uma falta pesada.

A Podcast do Fluminense está disponível nas seguintes plataformas:

Assista: tudo sobre Fluminense na ge, na Globo e na sportv

Leave a Reply

Your email address will not be published.