“May the 4th”: junta-se quando Star Wars “invadiu” a Fórmula 1 | para baixo

“Que o 4 de maio esteja com você”: o trocadilho com uma frase famosa de Star Wars “Que a força esteja com você” (Que a força somos com você, na tradução para o português) transformado o 4 de maio no dia mundial em homenagem à franquia. E a Fórmula 1 sempre foi uma plataforma de marketing muito utilizada para lançamentos de novos produtos ou até mesmo filmes de Hollywood. E aqui no blog Voando Baixo relembraremos as duas vezes em que a categoria foi “invadida” pelos personagens da série cinematográfica. Por coincidência, devemos GPs de Mônaco separados por apenas 12 anos.

2005: Red Bull traz ate os Stormtroopers

Chewbacca e Darth Vaderty Mônaco no grid do GP de 205 — Foto: Get Images

A primeira delas foi em 2005, por ocasião do lançamento de “Star Wars III: A Vingança dos Sith”. Era o primeiro ano da Red Bull na Fórmula 1 e a equipe queria inovar em ações de marketing. Para isso, trouxe para o GP de Mônaco uma pintura totalmente dedicada ao lançamento com direito à presença de George, criador da série, e os personagens Chewbacca, Darth Vader e ate mesmo os Stormtroopers, que foram totalmente encontrados pelos mecânicos do pit stop .

David Coulthard pilota o RB1 com a pintura dedicada ao movies Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith — Foto: Michel Dufour/WireImage

A equipe já era chefiada pelo inglês Christian Horner, e tinha como pilotos ou escocês David Coulthard e o italiano Vitantonio Liuzzi. Se a pintura foi um sucesso em termos promocionais, não trouxe sorte para os pilotos nas ruas do principal: ambos abandonaram após acidentes no circuito fechado. E um fato curioso: um dos convidados do tempo nesta tourada fé ou lateral-esquerdo brasileiro Roberto Carlos, na época titular do Real Madrid e da Seleção Brasileira. Um papel aleatório.

Roberto Carlos, Stormtroopers, Darth Vader, David Coulthard, Vitantonio Liuzzi… Rolê aleatório no GP de Mônaco 2005 — Foto: Getty Images

2017: 40 anos de Renault, F1 e Star Wars

George Lucas, personagens de Star Wars e pilotos de Nico Hulkenberg e Jolyon Palmer no GP de Mônaco 2017 — Foto: Mark Thompson/Getty Images

Na temporada de 2017 a Renault completava 4 anos de seu envolvimento completo com a Fórmula 1. em 25 de maio de 1977, mesma da quinta de treinos livres anos depois). O palco, novamente, o GP de Mônaco, que viu novamente os personagens da série: Darth Vader, Stormtroopers e o robô R2/D2.

Até Nico Hulkenberg e Jolyon Palmer tiveram macacões com o tema Star Wars no GP de Mônaco de 2017 — Foto: Mark Thompson/Getty Images

Nossos corpos, uma presença da fé franca bem discreta: um adesivo alusivo aos 40 anos na carenagem à frente do cockpit do RS17. Chefiados pelo inglês Cyril Abiteboul, Nico Hülkenberg e Jolyon Palmer não marcaram pontos na corrida. O alemão teve problemas de câmbio logo na 15ª volta. O inglês se arrastou ate o fim, mas só conseguiu a 11ª posição.

Os teasers da campanha da equipe Renault na F1 e da Frankish Star Wars

Faixa bônus: capacetes de osso “Darth Vader”

O famoso capacete Star Wars, na foto com Emerson Fittipaldi, sucesso no fim dos anos 1970 e início dos anos 1980 — Foto: Reprodução

No fim dos anos 1970 e início dos 1980, um modelo de capacete da marca americana Simpson fez muito sucesso no automobilismo. Lembrando o famoso modelo usado pelo vilão Darth Vader em Star Wars, o original RX-1 (depois renomeado como Model 30 e Bandit) usado por vários pilotos da Fórmula 1, como Emerson Fittipaldi, James Hunt, Elio de Angelis, Mario Andretti e Riccardo Patrese, entre outros. O modelo também ficou famoso por ser usado pelo personagem Stig da série de TV Top Gear, da TV inglesa na BBC.

O famoso capacete Star Wars, na foto com Elio de Angelis, sucesso no fim dos anos 1970 e início dos anos 1980 — Foto: Reprodução

O personagem The Stig e seu famoso capacete — Foto: Divulgação/BBC

Perfil Rafael Lopes — Foto: Editoria de Arte/GloboEsporte.com

Leave a Reply

Your email address will not be published.