Lesão de Paulinho e desgaste atrapalham planejamento e planos planejados no tempo do Corinthians | corinthians

A vitória do corinthians Sobre o Fortaleza, no último domingo, trouxe problemas de planejamento por Vítor Pereira. Primeiro, o Paulinho, que se tornou uma ausência provável de pois de ter suspeita de entorse no joelho esquerdo; segundo, o desgaste causado pela dificuldade do jogo.

A situação de Paulinho pode obrigar o treinador a repetir o meio-campo que venceu o Boca Juniors semana passada pela Libertadores. Maycon, Du Queiroz e Renato Augusto formaram a faixa central do Timão naquela partida. O trio, principalmente a dupla de voltantes, fez boa partida.

Paulinho sai de campo amparado após lesão — Foto: Marcos Ribolli

Antes, Paulinho atrás da orelha de todos. Vítor Pereira vai com Paulinho e Renato Augusto? Paulinho e Maycon? Agora, com a ausência, o cenário muda.

E ainda tem o desgaste. Depois de enfrentar um primeiro tempo difícil na arena, o corinthians teve que correr atrás para melhorar o desempenho, conseguir balançar a rede adversária e segurar a vitória.

– Agora vamos ter que pensar no Cali, que vai ser duro, muito físico. De fato, a gestão não foi como eu queria. Eu tive a oportunidade de gerenciar o Willian e o Maycon, e não foi possível – afirmou Vítor Pereira.

Maycon Durante Corinthians 1 x 0 Fortaleza — Foto: Rodrigo Coca/Ag. corinthians

Desta frase, é possível tirar a importância de Maycon no corinthians. Contra o Boca Juniors, menos do que contra Fortaleza, o volante foi a sustentação do Timão no meio-campo, conseguindo se manter intenso na marcação e chegando ao ataque.

O camisa 5 formador não corinthians Faith titular em seis dos últimos sete jogos, tendo começado os últimos três, contra Palmeiras, Boca Juniors e Fortaleza.

Por outro lado, Giuliano, a quem assisti assídua na equipa no passado, não participou nos últimos jogos. Cantillo é outro que tem perdido espaço nos últimos jogos.

Além da questão física, há explicações táticas para tal decisão de Vítor Pereira:

– O Paulinho é um ofensivo com determinadas características, Renato é um ofensivo com determinadas características, o Giuliano meia ofensiva com meias características, o Luan é um tempo só com meias ofensivas… teremos hipótese nenhuma. Temos que ir gerindo isso bem para ter uma equipe equilibrada. Até essa gente libertar, para dar suporte no jogo ofensivo, à frente eles são capazes de fazer a diferença, cada uma delas. O Renato num dia assim é indispensável. Eu converso muitas vezes com ele: “Renato, tomara eu que é semper aquele nível”. Mas também não atenderá, provavelmente atenderá na Europa, numa liga diferente. A escolha tem que ser com critério.

Duas mudanças possíveis no Timão para quarta-feira são as voltas dos laterais Fagner e Fábio Santos, que ficaram no banco contra Fortaleza. Jô foi titular nas três partidas da Libertadores ate aqui e também pode reaparecer.

Um tempo possível para enfrentar o Deportivo Cali é: Cássio, Fagner, João Victor (Gil), Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz, Maycon e Renato Augusto; Willian (Adson), Gustavo Mantuan (Róger Guedes) e Jô.

O ge corinthians podcast está disponível nas seguintes plataformas:

+ Assistir: sóbrio tudo o corinthians na Globo, sportv e ge

Leave a Reply

Your email address will not be published.