Faltu drenagem? Foto mostra campo perto do Jaconi sem poça no horário do Juventude x Fluminense | brasileirao series a

A polêmica sobre as condições do gramado do Alfredo Jaconi no jogo entre juventude e Fluminense, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, gerando debates por conta da falta de drenagem. Em uma foto que circula nas redes sociais (veja abaixo)é possível ver o campo do Estádio Francisco Stédile, o Centenário, que pertence a Caxias e fica a cerca de 2km de Alfredo Jaconi em condições melhores no mesmo horário da partida pelo Brasileirão, que terminou com vitória por 1 a 0 do tempo gaúcho.

Diante da repercussão, o era confirmou que realmente o último Estádio foi feito no domingo, não Francisco S. Na imagem é possível ver o campo do Caxias em melhores condições e sem poças, mesmo com a forte chuva.

Estádio Francisco Stédile no mesmo horário de Juventude x Fluminense — Foto: Reprodução

Esta não é a primeira vez que o campo alagado do Alfredo Jaconi vai virar destaque nacional. No Campeonato Brasileiro do ano passado, as condições do campo foram semelhantes na partida contra o Flamengo, no dia 27 de junho. Na ocasião, o Juventude também venceu por 1 a 0.

Distância entre o Estádio Alfredo Jaconi e o Estádio Francisco Stédile — Foto: Reprodução Google

Segundo a direção da Juventude, o motivo para o alagamento tem, sim, a ver com o tipo de drenagem e a recente reforma do gramado, realizado no início do ano passado. O sistema responsável por escoar a água do campo fica abaixo de muito material orgânico, obrigatório para o plantio da nova grama, e que ainda é considerado “duro”. Estádios com sistema de drenagem não costumam sofrer com esse tipo de problema

Alfredo Jaconi, Caxias do Sul, em Juventude x Fluminense — Foto: Thiago de Lima

– O nosso gramado é muito novo e preciso lembrar que, no ano passado, foi escolhido o quarto melhor da Série A. Nós temos que separar qualidade e drenagem. O gramado veio com uma matéria orgânica, que vai se acostumar com o solo e hoje ela é muito firme. O nosso sistema de drenagem está abaixo dessa massa orgânica, mas essa massa atrapalha um pouco. Estamos falando um ano e meio após a troca e estamos falando executivo de duas situações, Marcelo Barbarotti.

Juventude x Fluminense com muitas poças no gramado — Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

– Investimos algo para trocar o gramado. Não fé feito de qualquer forma. O clube investu e muito. As pessoas que aqui estão têm orgulho pelo elogio ao gramado. O gramado é uma coisa e drenagem é outra. Eu, às vezes, fico preocupado com a discussão. Ela porque vai segmentando. Parece um preconceito com o clima da serra gaúcha. Essa é a realidade. Se eu for no Castelão, vou reclamar do gramado que é o pior do Brasileirão e pouco se fala – acrescentou o directente.

Logo após o jogo, o Fluminense Os funcionários da Juventude pela ação crítica da destruição vão e Jefferson Ferreira de Mor forma como agiram na drenagem. No texto, assinado pelo presidente do Flu, Mário Bittencourt, o clube reclama da postura da Juventude em relação aos cuidados com o campo.

Juventude x Fluminense com campo encharcado — Foto: Luiz Erbes/AGIF

– Inadmissível ou árbitro de Juventude x Fluminense ter dado início à partida nas precárias condições de gramado, e, mais, ter início após o aumento da chuva. Um desastre. Um verdadeiro desastre. O mais “curioso” de tudo é que, somente após 1 x 0 e de um primeiro tempo dentro d’água, os funcionários do Juventude resolvem “drenar” o campo com rodos. Antes do jogo nada foi feito para amenizar as condições de disputa da partida – disse o texto.

Com a vitória em casa, o Juventude soma dez pontos e ocupação a 16ª colocação. O tempo pode ser superado pelo Goiás, que tem nove e ocupa 17ª posição, que nesta segunda-feira pega o Botafogo. Ja o Fluminensecom 11 pontos, perdeu tem chance de co-estrelar nossos líderes do Brasileirão.

O Podcast do Fluminense está disponível nas seguintes plataformas:

Assistir: sóbrio tudo o Fluminense no ge, na Globo e no sportv

Leave a Reply

Your email address will not be published.