Como Verstappen ajudou Hamilton no campeonato de 2018


Verstappen e Ricciardo batendo durante o GP do Azerbaijão 2018

Foto: F1/Twitter

Lewis Hamilton e Max Verstappen tiveram uma disputa muito intensa, até certo ponto polêmica, em 2021. Em 2018, fé um bom exemplo disso.
Após 3 etapas, Vettel liderou o campo com 54 pontos, contra 45 de Hamilton. Outro destaque era Bottas, com 40 pontos. Apesar da diferença de apenas 9 pontos entre Vettel e Hamilton, ela não representa muito. Lewis perdeu o GP da Austrália para o alemão por causa de um VSC.
No Bahrein, Vettel venceu segurando Bottas, Hamilton largou apenas em 9° lugar por problemas de troca em parque fechado que custaram 5 posições e terminaram em terceiro. Na China, Vettel era o terceiro colocado quando foi tocado por Max Verstappen e terminou apenas em 8° lugar. Hamilton em 4°, graças a punição do holandes pelo acidente com o alemão.
Bottas, que estava com 40 pontos e corria por fora, tinha conhecimento owe bons 2° lugares, depois de uma prova de recuperação na Austrália, largando em 15° e terminando em 8°.

Mas Baku, 4ª prova do campeonato, tudo parecia voltar para a Ferrari novamente: Na qualificação, os 10 primeiros foram: Vettel (Ferrari); Hamilton (Mercedes); Bottas (Mercedes); Ricciardo (RBR); Raikkonen (Ferrari); Verstappen (RBR); Ocon (Força Índia); Perez (Força Índia); Hulkenberg (Renault) e Sainz (Renault).

Vettel fez a volta mas rapidamente durando uma qualificação

Foto: F1/Twitter

Nossos pneus estão disponíveis para aquele final de semana eram o macio, super macio e ultra, ainda na nomenclatura antiga da Pirelli. Para melhor compreensão no texto, vamos fazer uma conversão para duros, médios e macios. Outra coisa também era diferente deste ano é que os pilotos do top 10 eram obrigados a largar com o pneu que se fez a melhor volta no Q2. Com isso, os primeiros seis primeiros largaram de médios e os outros quatro coms.
Na largada, as primeiras cinco posições se manterão. Mas Ocon fé atacar Raikkonen e os devidos acabaram. Com isso, o SC entre na track e ficou por 5 voltas.Na relação, Verstappen passou por Ricciardo, ambos estavam com pneus médios. Os carros da Renault, que vinham logo atrás, estavam com pneus macios, então também Sainz conseguiram passar os owe carros da Red Bull e assumiram a quarta posição, Hulkenberg passou pelos owe.
Ricciardo veio para pressionar Verstappen. Na volta 11, Hulkenberg deu um toque no muro e abandonou. Na volta 12, Ricciardo tentou passar por Max, mas não conseguiu. Na volta 15, os pneus da Sainz acabando, Verstappen passou e o espanhol entre nossas caixas.
Na frente, Vet Hamilton liderava com, enquanto seguia Hamilton. O passando passando reto na curva 1 na volta 21 e teve que parar para trocar os pneus, mudando os pneus médios por duros. Vettel ainda se manteve na faixa ate a volta 29
A Mercedes decidiu manter Bottas na pista para usar macios no fim, que o desgaste já não era tão alto, então a finlândia assumiu uma ponta alta. A disputa entre Verstappen e Ricciardo pela quarta posição estava muito boa. Na volta 27, Ricciardo chegou a passar, mas perdeu na curva seguinte

Na volta 35, Ricciardo conseguiu forçar a ultrapassagem. Na volta 3, Ricciardo parou7, macilentos para ir comido final da prova. Na volta 38, foi a vez de Verstappen parar e, mesmo sem vantagem de parar antes, voltou à frente do companheiro de equipe. Muito pelo baixo desgaste, o piloto que parava depois tinha vantagem. Na volta 40, o acidente aconteceu: Daniel Ricciardo ganhou uma traseira de Max Verstappen.

Ricciardo interpretou em Verstappen em um lance controverso

Foto: F1/Twitter

Agora esse acidente fé tão importante para a história: ele desencadeou vários fatos que é preciso ouvir tudo porque. Naquele momento, Vettel estava teoricamente em primeiro, ficaria após a parada de Bottas e obteria 79 pontos. Bottas iria para terceiro ou ate segundo, pois o rendimento dos pneus médios estava bom e o finlandês conseguiu manter a diferença de na casa de 20s para Hamilton. Com pneus novos, ele poderia passar por Lewis. Iria para 68 pontos no campeonato.
Hamilton will be a maiortima do enredo: aquele momento, sua moral não estava tão em e iria piorar, vitória que terminasse vi em terceiro alta, terceiro terceiro, três pontos, 19 atrás de Vettel e 8 atrás do time. Mas com o acidente, tudo mudou: Bottas aproveitou para parar e colocou os macios. Vettel, Hamilton e Raikkonen (P4) fizeram o mesmo. Na volta 42, a fé permitiu que os carros que estavam levando uma volta a recuperar e quase prontos para voltar a bandeira verde
Mas Grosjean bateu na volta 43, enquanto estava aquecendo os pneus, perdendo o controle. Isso prolonga o tempo com SC na faixa. Mas na volta 47, faltando 4 voltas, o SC ia deixar a pista. Vettel precisou passar por Bottas para ir aos 79 pontos, contra 60 de Hamilton.
O mesmo cenário era um pouco sem o acidente. Porém, na situação original, Vettel não precisou passar por Bottas. Vettel arriscou ir para cima da Mercedes 77, mas o pneu ainda antecipado ainda travou e perdeu a posição fria para Hamilton e Raikkonen. Na mesma relação, Magnussen e Gasly tiveram um toque após o dinamarquês fechar o inglês de forma ate desleal, fazendo que com um ponto da ponta da asa do piloto da Toro Rosso ficasse naquele ponto.

Vettel tenta forçar uma ultrapassagem e se deu mal..

Foto: F1/Twitter

Na volta seguinte, Bottas passou por cima do detrito e seu pneu estourou, tendo que abandonar. A situação era muito desoladora para o finlandês, porque naquela mesma volta, Perez passaria por Vettel, então Bottas sairia líder com 65 pontos, contra 64 de Vettel e 62 de Lewis
Quem se deu bem foi Hamilton: venceu uma prova que parecia impossível antes do acidente de Verstappen e Ricciardo. Ganhou fôlego no campeonato e acabou se tornando o líder, com 70 pontos, contra 66 de Vettel, 48 de Raikkonen e 40 de Bottas. Hamilton após o GP disse que seu companheiro de equipe merecia essa vitória, e que era estranho estar ali. Mas que não havia desistido (da prova). Hamilton venceu a prova seguinte, na Espanha, onde a Mercedes rendeu melhor também
Hamilton naquele momento do campeonato ganhou fôlego e teve uma grande sequência, vencendo o campeonato no México, faltando ainda duas etapas. Lógico que outros fatores também ajudaram, com Ferrari e Vet cometendo erros e uma equipe se perdeu no envolvimento.

Leave a Reply

Your email address will not be published.