Como está o país que expulsou a Itália da Copa do Mundo?

a seleção de futebol da Macedônia do Norte fez história quando elimina a Itália no play-off das Eliminatórias Europeias, excluindo os atuais campeões europeus da segunda Copa do Mundo consecutiva. Mas afinal, você já ouviu falar desse país que emergiu da desintegração da ex-Iugoslávia?

Embora o país seja chamado de Macedônia do Norte, não tem uma irmã “sul”. O nome surgiu após a resolução de uma barreira geopolítica e histórica envolvendo a Grécia. Localizada no meio do continente europeu e praticamente desconhecida da maioria das pessoas, possui uma vasta história.

Conheça um pouco mais da história desse pequeno país que surpreendeu o mundo ao tirar da Itália as chances de participar da Copa do Mundo de 2022.

História

A Macedônia é um pequeno país que emergiu da desintegração da ex-Iugoslávia, conquistando a independência pacificamente em 1992. Depois que a Croácia e a Eslovênia se separaram da Iugoslávia, a república também decidiu fazer o mesmo por medo da dominação sérvia.

O novo estado foi admitido nas Nações Unidas em abril de 1993 como a antiga República Iugoslava da Macedônia/FYROM. O nome do país implica uma vasta polêmica que só foi resolvida em 2019 após um acordo com a Grécia.

O “Norte” é resultado da pressão exercida pela Grécia sobre os organismos internacionais, argumentando que o termo Macedônia designa uma região de seu território e que usá-lo para denominar a antiga República Iugoslava poderia levantar reivindicações territoriais consideradas inaceitáveis.

Em Skopje, capital da Macedônia do Norte, você pode ver várias estátuas de Alexandre, o Grande

Imagem: Martina Odermatt/Getty Images

O caso não foi resolvido até 12 de fevereiro de 2019, quando, graças a um acordo entre os países, o nome Macedônia do Norte começou a ser usado.

A Macedônia do Norte é atualmente liderada pelo presidente Stevo Pendarovski e seu primeiro-ministro Dimitar Kovacevski, que assumiu o cargo em 17 de janeiro de 2022. Hoje, ainda é um país que ainda busca seu lugar entre os tradicionalmente mais fortes: Sérvia, Albânia, Grécia e Bulgária.

Localização

O país está localizado no sudeste da Europa dentro da Península Balcânica, cobrindo uma área de 25.333 km2. Faz fronteira com a Sérvia e Kosovo ao norte; com a Bulgária a leste; com a Grécia ao sul; e Albânia a oeste.

Vista aérea de Veles, Macedônia - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto

Vista aérea de Veles na Macedônia do Norte

Imagem: Getty Images/iStockphoto

As principais cidades são a capital Skopje, bem como Bitola, Prilep, Kumanovo e Tetovo. A maior parte de seu território está localizada em um planalto entre 600 e 900 metros acima do nível do mar.

Tem um clima temperado mediterrânico, com forte influência continental. Os verões são quentes e secos e os invernos são frios e com neve.

Número de habitantes

A Macedônia do Norte tem uma população de 2.050.554 habitantes, o que corresponde a uma densidade populacional de 80,74 hab./km2. Significa que o país tem uma população menor do que algumas capitais do Brasil, como Belo Horizonte (MG), com 2,5 milhões; Fortaleza (CE), com 2,6 milhões; e Brasília, com 3 milhões – os dados são baseados na estimativa do IBGE de 1º de julho de 2020 nos censos de 2010 e 2000.

A maioria da população nacional são adeptos do cristianismo ortodoxo.

Economia

A moeda usada na Macedônia é o dinar macedônio (MKD). O local tem a agricultura como uma das principais atividades econômicas do país, empregando cerca de 20% da força de trabalho. As principais culturas cultivadas são milho, tabaco, arroz, frutas e vinho. Além disso, a Macedônia do Norte possui uma indústria relacionada ao chumbo, zinco, cobre e cromo.

Os principais parceiros comerciais do país são Alemanha, Rússia, Itália e Reino Unido.

Futebol

Apesar de não ter muita tradição no futebol, a Macedônia do Norte já revelou bons jogadores como o atacante Goran Pandev, que atuou bem com a camisa do Internacional de Milão. Outros nomes conhecidos são o lateral-direito Stefan Ristovski, agora no Dínamo Zagreb, atacante Aleksandar Trajkovski, herói do rankingo meio-campista Enis Bardhi, do Levante, e o meio-campista Elif Elmas, do Napoli.

Jogadores da Macedônia do Norte comemoram vitória sobre a Itália nas eliminatórias europeias - Tullio M. Puglia/Getty Images - Tullio M. Puglia/Getty Images

Jogadores da Macedônia do Norte comemoram vitória sobre a Itália nas Eliminatórias Europeias

Imagem: Tullio M. Puglia/Getty Images

Como membro da Iugoslávia, já participou da Copa do Mundo e da Eurocopa – e, já sob a bandeira atual, participou da Eurocopa no ano passado. A campanha, porém, não foi animadora com a equipe eliminada na primeira fase com três derrotas.

Sob o comando do técnico Igor Angelovski, a Macedônia fez uma excelente campanha na fase de grupos da Qualificação Europeia. No Grupo J, ficou atrás apenas da Alemanha. Na terceira fase, a equipe já havia pronto para a Alemanha, vencendo o jogo por 2 a 1fora de casa, no estádio Schauinsland-Reisen-Arena, na cidade de Duisburg.

Na próxima terça-feira, 29 de março, a seleção pode fazer história em seu país ao levar a Macedônia do Norte à sua primeira Copa. Para isso, a equipa deve vencer Portugal num jogo que será disputado no Estádio do Dragão.

Leave a Reply

Your email address will not be published.