Com investimento alto, Athletico tem 13 opções e acirra disputa sem ataque; veja raio-X | atletismo-pr

Com calendário cheio, o Atlético investiu no sistema ofensivo e tem 13 opções para o técnico Fábio Carille armar o tempo. No momento, 10 disputam vaga, devemos pouco espaço e um está próximo de retornar do departamento médico.

O setor foi o de maior investimento da história rubro-negra: Gasto de R$ 52 milhões no trio Vitor Roque, Canobbio e Cuello. Outros R$ 12 milhões foram nossos voadores Pablo Siles e Bryan García.

Além das compras, a diretoria trouxe mais cinco atletas: Vitor Bueno, Marlos, Vitinho, Pablo e Marcelo Cirino. O quinteto estava livre no mercado e com gastos apenas em intermediações.

Em cinco jogos, Carille deu sinais que David Terans, Vitinho e Canobbiogaranteam suas vagas no attack. A maior dúvida é na referência, já que nenhum convenceu o comandante rubro-negro. Cirino está à frente de Pablo no momento.

Onde restante tem sido utilizado e busca espaço, vindo principalmente do banco. Como excepcionais são Rômulo (1 minuto) e João Mercadozero (2 minutos). Cuello também tem para trás na disputa.

Já Matheus Babi está em fase de transição desde o ano passado e deve retornar entre maio e junho. Os jovens Reinaldo e Julimar fizeram cirurgia no joelho e só voltam em 2023.

Contratado há menos de um mês, o atacante uruguaio estreou na etapa final diante de São Paulo, ainda com Valentim. Ele virou titular já na partida seguinte com Carille e só não aproveitado quando o tempo foi poupado na Copa do Brasil. Canobbio só não saiu no fim de um jogo.

  • Jogos: 5
  • Suporte: 4
  • Minutos: 379
  • Assistência: 0
  • Ouro: 0

De volta ao Furacão, o atacante também estreou vindo do banco contra o Tricolor Paulista. Na estreia de Carille, ele entrou na segunda etapa e sofreu ou pênalti da vitória contra o The Strongest. Depois disso, titular com o treinador, mas foi substituído nos três jogos. Também fé poupado na Copa do Brasil

  • Jogos: 5
  • Suporte: 3
  • Minutos: 276
  • Assistência: 0
  • Ouro: 0

O uruguaio meia-atacante começou com Carille e só não jogou diante do Tocantinópolis. Ele decidiu, de pênalti, dever jogos: The Strongest e Flamengo. Terans substituído todas as vezes, sendo duas na reta final.

  • Jogos: 12
  • Suporte: 11
  • Minutos: 914
  • Assistência: 0
  • Gols: 5

O meia-atacante só foi titular quando Carille poupou a formação inicial na Copa do Brasil, quando fez gols e deu duas assistências. Nossos quatro outros Marocionados no segundo tempo -los como confronto com o treinador anterior.

  • Jogos: 9
  • Suporte: 1
  • Minutos: 272
  • Assistência: 2
  • Gols: 3

Titular com Valentim, o atacante do Carr argentino começou o jogo também na época. Ele chegou nas duas partidas a seguir, já vindo do banco – uma deles foi reservado da equipe alternativa. Cuello sequer fé referida diante do Flamengo e fé o único atacante relacionado que não entrou contra o Libertad na última partida.

  • Jogos: 5
  • Suporte: 3
  • Minutos: 253
  • Assistência: 0
  • Ouro: 0

Mairo contractação da história, o atacante de 17 anos não pode jogar a Copa do Brasil e só será registrado na Libertadores se o Athletico avança às oitavas. Ele estreou contra o Atlético-MG e foi bem no pouco tempo em campo. Contra o Fla, Vitor Roque não foi acionado.

  • Jogos: 0
  • Suporte: 1
  • Minutos: 9
  • Assistência: 0
  • Ouro: 0

Recuperado de lesão sofrida no começo do ano, o jogador participou em quatro dos cinco jogos Carille – todos depois dos 30 minutos do segundo tempo. Na Copa do Brasil, com horário alternativo, fé titular e marcou gols.

  • Jogos: 5
  • Suporte: 1
  • Minutos: 100
  • Assistência: 2
  • Ouro: 0

O atacante que voltou a São Paulo será titular com Valentim e começou a partida de estreia de Carille. Pablo entra nos nossos três jogos seguintes, com pênalti limitadodo diante do Libertad. Na copa do Brasil, com equipe mista, fé titular e marcou um gol.

  • Jogos: 12
  • Suporte: 8
  • Minutos: 709
  • Assistência: 0
  • Gols: 2

Reserva com treinador anterior, o atacante entour no segundo tempo do primeiro jogo de Carille e asusumiu a titularidade na partida seguinte. Faith substituiu em três partidas com o técnico. do Flamengo, Cirino sofreu uma penalidade que garantiu a vitória.

  • Jogos: 6
  • Suporte: 5
  • Minutos: 393
  • Assistência: 0
  • Ouro: 0

Considerado meia, ele também atua como atacante de lado. Faith titular na Copa do Brasil e marcou duas vezes, em sua estreia com Carille. Bueno entrou na segunda etapa contra o Libertad e apareceu no passado à frente de Cuello na disputa entre os reservas.

  • Jogos: 4
  • Suporte: 2
  • Minutos: 178
  • Assistência: 0
  • Gols: 2

Artilheiro dos aspirantes, o jovem centroavante só jogou parte do segundo tempo contra o Tocantinópolis. Com volta de Matheus a em Babi, Rôulo deve ficar do lado e entrar na lista de possibilidades financeiras.

  • Jogos: 16
  • Suporte: 11
  • Minutos: 934
  • Assistência: 3
  • Ouro: 6

O equator de 19 anos só trabalhou por alguns minutos com Valentim Sul-Americana. Com a chegada de Carille, Mercado foi relacionado na Copa do Brasil e não entrou em campo.

  • Jogos: 1
  • Suporte: 0
  • Minutos: 28
  • Assistência: 0
  • Ouro: 0

As opções de Carille para o ataque do Athletico — Foto: Arte/ge

O Atlético volta a campo contra o América-MG sábado, às 16h30, no Independência, pela quarta rodada do Brasileirão. Na Libertadores, o Furaçao visite onde O mais forte na terça-feira, às 19h15, na Bolívia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.