Com Bebeto e Zico, Vasco inaugura estátua de Roberto Dinamite em São Januário | vaso

Após a vitória sobre a Ponte Preta na véspera, com festa de quase 10 mil torcedores, São Januário virou, na noite desta quinta-feira, palco para a inauguração da estátua de Roberto Dinamite. Vascaínos, ex-companheiros, como Bebeto, Tita e Mauricinho, e históricos adversários, entre eles Zico e Júnior, comemoraram com o maior da história do Vasco.

O ídolo vascaíno falou sobre a emoção ao receber a homenagem:

Tudo na vida é uma troca e quando o carinho acontece, determinação, trabalho, as coisas. Quero agradecer a torcida do Vasco em todo o Brasil, a diretoria, aos meus companheiros, O Vasco fé e continuou sendo importante na minha vida. Estou feliz e emocionado.

Inauguração da estátua de Roberto Dinamite em São Januário — Foto: Emanuelle Ribeiro

Além de Dinamite-Gategadores, apresenta na festa vários ex-jogos, alguns que marcaram história junto o ídolo no Vasco e outros que enfrentaram o atacante: Arturzinho, Zico, Júnior, Sorato, Dé, Acácio, Zé Mário, Jayme de Almeida, Bebeto, Edu, Joel Santana, Bismarck, William, Antônio Lopes, Márcio Cazorla, Mauro Galvão e Ernani estão entre os nomes que acompanharam a homenagem em São Januário. Além deles, celebridades o ator Bruno Mazzeo e o cantor Fagner também atendem no estádio.

Dupla de Dinamite em 1984, no vice-campeonato brasileiro do VascoArturzinho destacou a importância da homenagem:

– Ele é um jogador muito inteligente e que jogamos uma excelente capacidade de tempo juntos, duplamente deletados. Fizemos as duas artilharias no Brasileiro de 1984, com ele artilheiro e eu vice. Essa homenagem já tinha passado da hora. Ele é uma referência e espero que ele seja levado em consideração por tudo que ele fez pro clube. Espero que seja só único de uma caminhada nova e ele está preciso desse apoio. Espero que seja só o começo.

Zico e Júnior, ídolos do Flamengo, comment que o reconhecimento vai além da rivalidade esportiva:

– Começamos na base juntos e, depois de tantos anos, veio a rivalidade, mas sem inimizade. Acabamos fazendo uma amizade grande, teve Seleção também, é sempre um prazer estar com ele. Eu sou do tempo em que o Flamengo jogava aqui sem problema, Seleção treinava e se concentrava aqui, meu irmão Edu foi técnico e jogador aqui, já tenho inscrito intimidade aqui com o Vascoacabou o jogo a rivalidade acaba – disse Zico.

– Vai muito além do lado esportivo, estou aqui sempre funcionando também. Estou aqui pela generosidade do Roberto, nos tornamos amigos de pois que paramos de jogar, nossas esposas e nossos filhos são amigos e isso me faz vir aqui com o maior prazer. A rivalidade ficou pra trás há muito tempo. É uma oportunidade de rever amigos que não via há muito tempo também – falou Júnior.

São Januário na noite de inauguração da estátua de Dinamite no estádio — Foto: Emanuelle Ribeiro

Para a inauguração, o clube montou um palco ao lado da estátua, que está virado de frente para os torcedores, atrás do gol da curva das arquibancadas do estádio, no lado oposto a de Romário. Houve apresenta Paulinho da Viola, Teresa Cristina e Fernanda Abreu, além da Escola de Samba União Cruzmaltina. Na social, era possível ver o mosaico montado com o nome de Dinamite.

São Januário em dia de festa para Roberto Dinamite — Foto: Emanuelle Ribeiro

O mes de abril tem sido de festa para Dinamite. No dia 13, data do aniversário de 68 anos do ídolo, o ex-atacante foi homenageado na Sede Náutica da Lagoa, onde foi recebido o título de Benemérito do Vasco.

O ge vasco podcast está disponível nas seguintes plataformas:

Assistir tudo sobre o Vasco no ge, na Globo e no sportv:

Leave a Reply

Your email address will not be published.