Bruno Melo falhou sóbrio incio difícil no Corinthians, disputa na posição e trabalho com Vtor Pereira

O lateral Bruno Melo teve um início difícil no Corinthians, ficando fora dos jogos por motivos pessoais e depois acabou com uma lesão na coxa esquerda. Hoje, após a resolução dos problemas dentro e fora de campo, o jogador explica seu início conturbado no Timão e fala sobre a disputa na posição.

“Quando chegar, a previsão era que minha filha nascesse entre janeiro e janeiro e nós já sabíamos que ela teria que fazer uma cirurgia de risco. fazer uma cirurgia. O Corinthians me liberou e ficou ausente de vários jogos. Graças a Deus, ela está bem, está aqui comigo, chegou quarta-feira a São Paulo”, contorno Bruno, em entrevista ao Ge.globo.

A filha dos pulmões, nasceu com hérnia, uma atleta dos quais é diafragmática, por um dispositivo ou um diafragma ausente, não resultando em impedimento do desenvolvimento adequado. A cirurgia foi bem sucedida e Bruno retornou ao clube após uma semana de treinos.

“Era um risco. Só de falar em cirurgia já me deixa com medo (risos). Foram dias difíceis, mas graças a Deus ela está bem e agora está comigo“, completo ou lateral.

Disputa na lateral-esquerda

Dentro de campo, Bruno disputou cargo com Fábio Santos e Lucas Piton. Desde a chegada de Vítor Pereira, a dupla vem se revezando na equipe titular por conta do rodízio promovido pelo treinador. Melo, enquanto isso, fez apenas três jogos com o português, a causa no segundo tempo em dever deles. Antes disso, estreou em uma oportunidade dada pelo interino Fernando Lázarono empate com o Botafogo-SP, pelo Paulistão.

“Estou disputando vaga com Fábio e Piton, caras extremamente do bem. O Fábio é uma referência para o grupo. Eu procuro buscar meu espaço no dia a dia, nos jogos quando entro. Estou a disposição do treinador. Na oportunidade em que eu ia jogar, eu machuquei, que foi contra a Ponte Preta, e aí o Piton entrou. O Fábio jogou muito contra o Boca. O futebol é assim. O professor deu sequência com o Piton, e agora é esperar uma nova oportunidade para quando aparecer eu estar bem“, pontuou.

Trabalho com Vítor Pereira, confuso pelo Fiel e jogo contra o Boca Juniors

Sobre o técnico do Timão, Bruno explica como ele gosta de jogar e o maior entendimento do grupo com seu trabalho. Para ele, uma equipe de desenvolvimento essa evolução na vitória contra o Boca Juniorsválida pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores.

“O Vítor gosta de uma linha mais alta, e o treinador chegará já pegando um tempo com a temporada, fica difícil. Mas estamos pegando o jeito de jogar dele, pegando o que ele quer. A gente vê nos jogos, cada jogo o tempo tem uma crescente. Contra o Boca, crescemos muito em vasade e tudo. Temos muito a melhorar, mas não decorrer da temporada ficaremos como ele quer“, diga o jogador.

Ainda se tratando do confronto contra o tempo argentino, o lateral comentou sobre a atmosfera na Neo Química.

A torcida do Corinthians é diferenciada, de arrepiar. Não desmerecendo a do Fortaleza, mas aqui eles são loucos mesmo, o nome diz tudo (risos). Sobre o jogo, a vitória interessava, a gente vinha de o Palmeiras, foi derrotado, dia seguinte, muito difícil. Mas nossos preparativos vão bem afirmar, com a raça e afirmarmos, com os três pontos”, afirmou.

Chegada ao Corinthians e dicas de ex-jogador

Por fim, Melo relembrou o momento em que descobriu que iria vestir a camisa alvinegra e revelou um jogador que conversou antes de chegar a São Paulo. Trata-se de Gustagol, que defendeu o Timão em 2016 e depois de 2019 a 2020. O atacante jogou ao lado do lateral no Fortaleza em 2018, sob do clube alvinegro. Juntos, conquistador ou título brasileiro da Série B.

“Eu estava na minha cidade quando meu empresário estava me chamando. Ele estava lá, já estava malas?” Corinthians, não acreditai. Contei para a minha mãe e ela não acreditou. Fiquei sem acreditar também, só caiu a ficha quando cheguei ao clube”, relembrou o camisa 27.

Quando o Gustagol ficou sabendo, me mandou mensagem. Falou que a estrutura era boa, e é realmente sacanagem, nascido? Coisa de primeiro mundo. Falou que não tinha, que era só se entregar para segredo nas graças da torcida. Ele me passou algumas dicas”, completou.

O Corinthians recebe o Fortaleza neste domingo, às 16h, na Arena Neo Química, pela quarta rodada do Brasileirão. No entanto, Bruno Melo desfalca o elenco por razões contratuais, visto que pertence ao tempo cearense. Seu vínculo com o Timão é válido até o final de 2022.

Veja mas em: Bruno Melo.

.

Leave a Reply

Your email address will not be published.