Atlético-MG estreia no Brasil em reedição do jogo chave para o título de 2021 e série 100% no Mineirão | atlético-mg

O Campeonato Brasileiro ainda estava longe de terminar, com 15 jogos ainda a serem disputados. Mas foi logo após o suado 1 a 0 contra o Internacional, naquele chuvoso 2 de outubro de 2021, que o supersticioso técnico Cuca chegou no vestiário e acertou em cheio no time:

“Hoje somos campeões”

Dito e feito: 61 dias depois, o Atlético-MG comemoraria um dos dias mais felizes de sua história, na confirmação do bicampeonato, após 50 anos de jejum.

Em entrevista exclusiva à Globo, após a confirmação do título brasileiro, Cuca não teve dúvidas: a vitória sobre o Inter foi a mais importante das 26 do Atlético neste Brasileirão. Muito mais pelo contexto do que pelo jogo em si. Foi a partida logo após o grande (e único) golpe de Galo em 2021: a eliminação da semifinal da Libertadores contra o Palmeiras.

– Você vai para este jogo, um jogo muito tenso e perigoso, e você ganha. Aí eu falei pro pessoal lá no vestiário: “hoje somos campeões”. Depois me arrependi, porque disse para mim mesma: não devia ter falado isso (risos). Mas eu senti naquele dia.

Cuca, ex-técnico do Atlético-MG, venceu o Internacional — Foto: Pedro Souza/Atlético

Diante de pouco mais de sete mil torcedores no Mineirão, na primeira partida pública (limitada) do Brasileirão 2021, Atlético e Inter fizeram uma partida nervosa. O rival gaúcho teve boas chances com Yuri Alberto, mas foi Keno quem marcou o único gol do jogo, após um golpe individual de Hulk, aos 32 minutos do segundo. Foi o milésimo gol de Galo em pontos consecutivos para o brasileiro.

Após o apito final, Cuca reuniu a equipe em uma corrente no meio-campo e cumprimentou o Atlético presente no Gigante. A vitória marcou o 15º jogo seguido invicto do Galo nesta competição, marca que o clube não alcançava desde 1997.

– É uma vitória que tira um peso enorme, porque é um jogo, gostemos ou não, de acertar as contas. Todo o Brasil está de olho, quer ver como o Galo vai reagir à eliminação da Libertadores. Se você tem um revés, todo mundo fala: é isso, você vai afundar e vai ser difícil levantar – disse Cuca, na época.

Keno marcou o gol do Atlético-MG contra o Inter em outubro de 2021 — Foto: Pedro Souza/Atlético

Assista: tudo sobre atleta na ge, na Globo e na sportv

Se na partida anterior o Galo havia empatado com o Palmeiras (e acabou sendo eliminado no critério de gols fora de casa), a vitória sobre o Internacional lançou uma sequência impressionante para o clube em jogos em casa.

Desde 2 de outubro, o Atlético venceu todas as partidas disputadas em casa. Já são 19 vitórias consecutivas como mandante – 10 do Brasileirão, duas do Copa do Brasil e sete para o Mineiro 2022 (a final contra o Cruzeiro, também com vitória alvinegra, foi encomendada pela FMF).

Escudo do Atlético com duas estrelas no meio da torcida, no Mineirão — Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

A podcast de atletismo está disponível nas seguintes plataformas:

Sócio Galo na Veia – Atlético-MG — Foto: Divulgação

Leave a Reply

Your email address will not be published.