as escolhas de leite da vitória na Indy 500 2022




Helio Castroneves comemora com leite na Indy 500 2021

Helio Castroneves comemora com leite na Indy 500 2021

Foto: Indycar / Grande Prêmio

FÓRMULA 1 2022: ONDE ESPERAR DO GP DE MIAMI + PORSCHE E AUDI VÃO ENTRAR? | Paddock GP #285

Maio chegou e é o mês da 106ª edição das 500 Milhas de Indianápolis. Como já é tradição, o vencedor da prova do motor americano diferente vai comemorar mais importante do esporte uma garrafa de leite tradicional, e como esporte diferente do motor americano 32 candidatos à fé divulgados.

Para 2022, 25 pilotos escolherão leite integral em caso de vitória. Seis, incluindo os brasileiros Helio Castroneves e Tony Kanaan, optam pelo leite de 2% (com percentual de gordura reduzido, tal como o semidesnatado), enquanto Juan Pablo Montoya, vencedor em 2000 e 2015, não escolheu.

Alguns nomes também publicam seus respectivos adendos ao leite. Helio Castro, quatro vezes da prova e que faturou 2021, achocolatado em pó rosa. Assim como na edição passada, Montoya também ganhou o leite com chocolate, ideia apoio de Herta e Devlin DeFrancesco.

Ed Carpenter, um dos veteranos do tradicional bastante colocado, um adendo, pedido o famigerado ‘buttermilk’, ou leitelho, produzido pelo rótulo da nata com manteiga.

▶️ Registre nossos canais imperdíveis do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Helio Castroneves alcançou a maior conquista de um brasileiro no ano no esporte a motor (Foto: IndyCar)

A tradição da Indy 500 começou na edição de 193, com Louis Meyer, que venceu a corrida e bebeu um copo de leitelho. Muito em breve, Meyer voltou a vencer em Indianápolis. E assim como depois em 1933, pediu novamente leitelho para beber do triunfo. Desta vez, contudo, o vencedor recebeu uma garrafa ao invés de um copo. A imagem virou Indianápolis, e os produtores locais de leite patrocinaram a corrida e uma oportunidade de oferecer o produto ao vencedor ainda que não sequencial.

Apenas em 1956, contudo, o gesto foi devidamente institucionalizado por Tony Hulman, dono do Indianápolis Motor Speedway na época. A tradição segue viva ate hoje e tem como grande slogan “vencedores bebem leite”.

Só houve uma ruptura nesta tradição em 1993. Quando venceu como 500 Milhas de Indianápolis pela segunda vez, Emerson Fittipaldi criou uma grande polêmica. Então produtor de Araraquare de São Paulo, o brasileiro responder ao interior ao leite da vitória de pois de poisarner a coroa de louros e posarner a coroa de louros e posarner a lado do troféu Borg-War. Emerson do seu staff recebeu uma garrafa de suco de laranja, bebida produzida na sua propriedade.

As 500 Milhas de Indianápolis eventos no próximo dia 29, com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

piloto Leite Adendo
Marco Andretti Integrante
Ed Carpinteiro Integrante Leitelho
Hélio Castroneves Semidesnatado Com po rosa
Conor Daly Integrante
Devlin De Francesco Integrante Com chocolate
Scott Dixon Integrante
Marcus Ericsson Integrante
Santino Ferrucci Integrante Gelado
Romain Grosjean Integrante
Jack Harvey Integrante
Colton Herta Integrante Com chocolate
JR Hildebrand Integrante
Callum Ilott Semidesnatado
Jimmie Johnson Integrante Gelado
Tony Kanan Semidesnatado
Sábio Karam Semidesnatado
Dalton Kellet Integrante Gelado
Kyle Kirkwood Integrante Gelado
Christian Lundgaard Integrante
David Malukas Semidesnatado
Scott McLaughlin Integrante Gelado
Juan Pablo Montoya Sem preferência Com chocolate
Joseph Newgarden Integrante
Pato O’Ward Integrante
Simon Pagenaud Integrante
Alex Palou Integrante Gelado
Força de Vontade Integrante
Graham Rahal Integrante Com chocolate
Felix Rosenqvist Integrante Leitelho
Alexandre Rossi Integrante
Takuma Sato Semidesnatado
Rinus Vee Kay Integrante

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIOalém dos pacotes Nosso Palestra e Teleguiado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.