Arbolino herda ponta de Canet e vence Moto2 em Austin – MotoGP News

” alt=””/>
ALEIX ESPARGARÓ TEM JUSTA VITÓRIA PARA MOTOGP NA ARGENTINA

Em uma corrida cheia de confusão e quedas, quem conseguisse se esquivar do caos venceu. E Tony Arbolino, que estava atrás de Arón Canet quando o piloto da moto n°40 caiu, agarrou o final da corrida de Moto2, em Austin, para não largar. Esta é a primeira vitória do piloto Marc VDS na classe intermediária do Mundial velocidade da motocicleta.

Atrás dele, Ai Ogura não era uma ameaça, mas foi bem durante toda a corrida. Pouco a pouco ele subiu no grid para a segunda posição, onde terminou a quarta etapa do Campeonato Mundial. Quem fechou o top 3 foi Jake Dixon. Cameron Beaubier, pole position, deixou a liderança escapar muito cedo e terminou em quarto quando caiu na última volta na curva 16. Marcel Schrötter ficou assim em quarto lugar.

generalista | GP2

Jorge Navarro colocou a moto #23 na quinta posição. Bo Bendsneyder, Joe Roberts, Augusto Fernández e Barry Baltus completam os dez primeiros lugares da Moto2 no circuito de Austin. De referir ainda que o líder do campeonato Celestino Vietti chegou a liderar a corrida, mas também caiu e abandonou.

Com o resultado do GP das Américas, Vietti segue na liderança do Campeonato de Moto2, ainda com 70 pontos, 14 a mais que Ogura. Arbolino ficou em terceiro, à frente de Canet, Somkiat Chantra e Sam Lowes.

A Moto2 volta à pista no dia 23 de abril, para o GP de Portugaldentro Portimão. A GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da quarta rodada da Copa do Mundo velocidade da motocicleta 2022.

Saiba como foi o GP das Américas de Moto2:

Como aconteceu durante todo o fim de semana em Austin, o domingo amanheceu com sol e calor na capital em Texas. Antes da largada de Moto2, que abre o calendário desta etapa de forma atípica, os termômetros marcavam 24°C, o asfalto chegando a 34°C. A umidade relativa foi de 66%, com vento soprando a 29 km/h.

Para esta quarta rodada do campeonato, os pilotos escolheram os pneus de forma totalmente uniforme. Todos usaram o Front 3, o mais duro disponível, e o Rear 2, o mais macio usado pela Dunlop.

Polonês ― o primeiro de um americano nos Estados Unidos na classe intermediária desde que John Kocinski largou no final do grid em lagoa seca na corrida de 250cc de 1989 ― Cameron Beaubier dirigiu bem e manteve a liderança nos primeiros metros, mas viu Celestino Vietti mergulhar direto na primeira curva para assumir a liderança.

A largada do GP das Américas de Moto2 em Austin (Vídeo: Moto2)

Pouco depois, Arón Canet e Tony Arbolino também saltaram à frente do piloto local, que caiu para o quarto lugar, à frente de Pedro Acosta, Ai Ogura e Jake Dixon.

Arbolino, aliás, foi rápido no ataque e rapidamente tomou o segundo lugar de Canet na tentativa de conter a fuga de Vietti, ele já estava abrindo a liderança da corrida. No final da primeira volta, o italiano da VR46 já tinha mais de 0s5 de margem.

Arón Canet assumiu a liderança de Celestino Vietti (Vídeo: MotoGP)

Assim que a terceira volta abriu, Canet assumiu a liderança sobre Vietti. Mais atrás, Beaubier errou o arremesso e caiu para sétimo, 2s7 atrás do líder.

No início da corrida Simone Corsi e Pedro Acosta caíram em incidentes separados, mas ambos escaparam de lesões graves. A moto do piloto Ajo, porém, atravessou a pista, causando um bom susto entre os rivais.

No final da corrida, Canet conseguiu abrir uma vantagem de 0s416 para Vietti. Arbolino tentava parar, com Dixon logo atrás.

Celestino Vietti caiu enquanto perseguia Canet (Vídeo: MotoGP)

Na abertura da volta 5, Vietti caiu na curva 6, mas escapou de lesão. O italiano levanta-se rapidamente e tenta voltar à corrida, mas não consegue. Celestino vem se saindo muito bem no campeonato até agora, somando 70 pontos em 775 possíveis.

Impressionante com ritmo constante, Canet se isolou cada vez mais e chegou a abrir mais de 1s7 de vantagem, mas, na volta 8, o espanhol caiu na curva 7 e deixou a liderança para Arbolino.

Aaron Canet também falhou na corrida de Austin na Moto2 (Vídeo: MotoGP)

Já na liderança, Arbolino consegue aumentar a margem sobre o segundo colocado e tira 1s441 de Dixon. Ai Ogura ficou em terceiro lugar, enfrentando Marcel Schrötter e Beaubier.

A sete voltas do final, Ogura aproveitou o erro de travagem de Dixon e ficou em segundo lugar, mas já a 3m097s de Arbolino. Quarto, Schrötter estava mais de 7s7 atrás de Jake.

A cinco voltas do fim, Niccolò Antonelli, ausente dos treinos de sexta-feira devido a doença, abandonou a corrida e retirou-se para as boxes do VR46.

À medida que as posições de pico se tornaram mais estáveis, Beaubier tentou subir. O piloto local ultrapassou Schrötter para chegar ao quarto lugar, mas já mais de 8s atrás de Dixon, em terceiro lugar.

Na reta final da disputa, Beaubier resistiu à pressão de Schrötter, mas, na última volta, na curva 16, caiu e não terminou a corrida.

Moto2 2022, GP das Américas, Austin, Final:

1 TARBOLINO Marc VDS Racing Team 39min06s552
2 UM OGURA Equipe Honda Ásia +3.439
3 J DIXON Aspar GasGaz +4,787
4 Sr. SCHROETTER GP intacto +14.529
5 J NAVARRO Kalex HP40 +16.347
6 SALA J GP intacto +17.388
7 BENDSNEYDER SAG Pertamina +17.631
8 J ROBERTS Equipe Italtrans Racing +19.784
9 PARA FERNANDEZ Red Bull KTM Ajo +24.595
dez B BALTO GP de corrida RW +30.291
11 NA AREIA Aspar GasGaz +33.475
12 M RAMIREZ Avançado MV Agusta +34.785
13 M GONZALEZ Mastercamp Yamaha VR46 +34.988
14 F SALAC Corrida de Gresini +37.786
15 R FENATI Acelerar Boscoscuro +38.408
16 L DA PORTA Equipe Italtrans Racing +1:19.999
17 SD KELLY raça americana +1:24.437
18 C. BEAUBIER raça americana abandonado
19 N ANTONELLI Equipe de corrida VR46 abandonado
20 EM CANET Kalex HP40 abandonado
21 C VIETTI Equipe de corrida VR46 abandonado
22 PACOSTA Red Bull KTM Ajo abandonado
23 EM ZACCONE Corrida de Gresini abandonado
24 CURSO S Avançado MV Agusta abandonado
25 FALDEGUER Acelerar Boscoscuro abandonado
26 BAIXOS Marc VDS Racing Team abandonado
27 S CHANTRA Equipe Honda Ásia abandonado
28 Z VAN DEN GOORBERGH GP de corrida RW abandonado
29 G RODRIGO SAG Pertamina abandonado
” alt=””/>
BASTIANINI ESTÁ CERTO: A LIDERANÇA DO MOTOGP AINDA NÃO IMPORTA

Acesse as versões em Espanhol e Português-PT Façam GRANDE PRÊMIOalém de parceiros Nossa conferência e guia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.