Após derrotas, Philipe Lins vence a primeira no UFC com virada em duelo com Marcin Prachnio | lutar

Philipe Lins deixa Las Vegas neste sábado com sua primeira vitória no UFC. Ex-campeão peso-pesado da PFL, o lutador brasileiro deixou para trás como duas derrotas nas primeiras lutas no Ultimate, também na categoria até 120kg, para vencer o polonês Marcin Prachnio no meio-pesado (até 93kg), por decisão unânime (triplo) 30-27). O lutador potiguar tem agora um cartel com 15 vitórias e cinco derrotas.

Philipe Lins recebe Marcin Prachnio por decisão unânime (triplo 29-28) — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Após um início equilibrado na troca, com menos de owe minutos Philipe Lins botou Prachnio para baixo e tentador para as costas, mas o polonês conseguiu se defender bem e saiu da pegada. Na sequência, o tiroteio do Prachnio deveu bons cai altos e Lins grudou o rival na grade, tentando a perna, mas o polonês escapuliu. Prachnio, na trocação, fé mas agressiva e conseguiu os melhores golpes na parcial.

No segundo round a história foi completamente diferente. Philipe Lins começou a cruzar golpes que balançaram o polonês, que no se tentará ao brasileiro para sobreviver. Na volta para a trocação, o brasileiro fez o swing rival mas uma vez, já cambaleando bastante no cage. Prachnio ainda conseguiu bom momento quando disparou frontal na cintura de Lins, que linha ter sentido também. O polonês Faith para cima, mas sem forçado ficou só grampeando. Lins tentou ir nas pernas, mas não conseguiu a queda. Philipe Lins cruzou de novo bon golpes e fez o equipamento cambalear ainda mais, mas o Prachnio sobreviveu indo para a grade.

Philipe Lins recebe Marcin Prachnio por decisão unânime (triplo 29-28) — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

No início do terceiro round, Philipe Lins conseguiu realizar a queda, mas não desenvolveu por cima. Prachnio conseguiu sair da posição e lutou para a troca, onde o polonês esboçou levar perigo, mas sem muita força. O brasileiro fez prevalecer então a sua luta agarrada e aplicou quedas. No final, tentado ir para as costas de Prachnio, que defendeu bem. Com claros rounds a seu favor, Philipe Lins pode comemorar o primeiro triunfo no Ultimate.

Aori Qileng vence a primeira no UFC

Aori Qileng recebe Cameron Else por nocaute técnico aos 2min48s do R1 — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

O chinês Aori Qileng Faith but um lutador conquistou a primeira vitória no UFC após duas derrotas em suas primeiras lutas na organização. Neste sábado, em confronto peso-galo (até 61kg), ele atropelou o inglês Cameron Else – que agora tem duas derrotas em duas lutas no UFC – e venceu por nocaute aos 2min48s do primeiro round. Melhor tanto na troca como na luta de chão, Qileng conseguiu um knockdown e passou a castigar ou rival com golpes na cabeça. O arbitro Keith Peterson ainda para interrompido em meio ao castigo. Aori Qileng tem agora 21 vitórias e 11 derrotas na carreira.

Preston Parsons dominou Evan Elder

Preston Parsons vence Evan Elder por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27) — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

No confronto meio-médio (até 77kg) no card preliminar, Preston Parson bateu Evan Elder num confronto americano. O triunfo pode ter acabado numa finalização de Parsons em qualquer um dos três rounds, mas veio por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27). Essa foi a primeira vitória de Parsons no UFC, depois de estrear na organização com derrota para Daniel Rodriguez. Agora ele chega a um cartel com dez vitórias e três derrotas.

Mike Jackson vence por desqualificação

Mike Jackson vence Dean Barry por desclassificação aos 3min52s do R1 — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

A primeira luta da noite em Las Vegas terminou com desqualificação. Duelo no meio-médio (até 77kg), Mike Jackson logo foi fácil para seu estreante irlandes Dean Barry, que fé com caça no octógono e conectava grande volume de golpes. Mas sobrou também afobação. Barry primeiro desapareceu em um giratório de queda que atingiu uma região genital do americano, que ficou devendo minutos se recuperando. Na retomada da luta veio uma morte de Barry no olho de Jackson. Dessa vez os não ajudaram a continuar na luta e o desenvolvimento classificou o irlanda aos 3min52, dando a Jackson a primeira vitória na carreira. Sim, ele tinha só uma derrota e um “no contest” aqui.

Confira todos os resultados do UFC:

CARTÃO PRINCIPAL
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Amanda Lemos
Peso-leve: Clay Guida x Cláudio Puelles
Peso-mosca: Maycee Barber x Montana de la Rosa
Levantador de peso: Lando Vannata x Charles Jourdain
CARTÃO PRELIMINAR:
Peso-casado comeu 86,2kg: Jordan Wright x Marc-André Barriault
Peso-meio-meio: Dwight Grant x Sergey Khandozhko
Peso-meio-pesado: Tyson Pedro x Ike Villanueva
Aori Qileng recebe Cameron Else por nocaute técnico aos 2min48s do R1
Preston Parsons vence Evan Elder por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27)
Philipe Lins vence Marcin Prachnio por decisão unânime (triplo 29-28)
Mike Jackson vence Dean Barry por desclassificação aos 3min52s do R1

Leave a Reply

Your email address will not be published.