Análise: Palmeiras tem atuação irreconhecível, erra demais e perde jogo nervoso em casa | Palmeiras

A Palmeiras iniciou sua campanha no Campeonato Brasileiro com um resultado decepcionante: derrota por 3 a 2 para o Cearádentro do Allianz Parque, numa noite com erros acima da comuna da equipa de Abel Ferreira, seleccionada com os melhores disponíveis.

Aos 14 minutos, o Verdão já vencia por 2 a 0, com gols vindos de um contra-ataque em que Mendoza deixou a defesa para trás e outro após rebote de escanteio cearense. Lances que não são comuns de se ver nesta equipe.

Raphael Veiga lutou no Palmeiras x Ceará — Foto: César Greco

Vozão não adotou postura defensiva e deu vários sustos nos contra-ataques. Com uma grande desvantagem, o Palmeiras teve que remar contra o placar e o jogo ficou cada vez mais nervoso, diante das decisões do árbitro Caio Max Augusto Vieira, que irritou as duas equipes.

No caso do alviverde, a reclamação se deu pelo fato de o jogo ter sido interrompido, seja por jogadores cearenses caídos ou pela ação do próprio árbitro, que tentou controlar o confronto dessa forma – sem sucesso.

O Verdão até esboçou a reação com o gol de Zé Rafael em uma bela jogada, mas não foi para o intervalo com o placar igual diante da clara chance desperdiçada por Rony. A mudança poderia ter mudado o rumo da partida.

Palmeiras perdeu para o Ceará na estreia do Brasileirão – Foto: Ettore Chiereguini/AGIF

Para buscar o empate, Abel voltou do intervalo com Rafael Navarro no lugar de Jorge, deslocando Scarpa para a lateral esquerda.

O centroavante, desencantado nas quartas da Libertadores, também teve uma chance muito clara de empatar, mas perdeu a finalização de um contra um com João Ricardo.

Ao tentar abafar um 2-2, o Palmeiras continuou a sofrer com os jogos de velocidade do Ceará. A equipe de Dorival Júnior não jogou atrás e dificultou a saída do alviverde mesmo no seu campo de ataque.

“Esta derrota não pode desanimar a torcida”, avisa Leandro Bocca | A voz da multidão

Mas foi o contra-ataque que foi a melhor arma para Vozão, que fez o terceiro gol. Gustavo Gómez, de pênalti, marcou mesmo assim, e o Palmeiras tentou empatar nos acréscimos, mas a partida que estava empatada antes foi ainda mais nos minutos finais. A bola rolou um pouco.

Apesar da reclamação sobre o fato ruim da arbitragem, o Verdão lançou mal o brasileiro. É um fato que vem de uma final cansativa no Paulista e de uma complicada viagem à Venezuela. A condição física influenciou no desempenho.

Gustavo Gómez marca pênalti no Palmeiras contra o Ceará – Foto: César Greco

Para conquistar o título brasileiro, a cartilha manda um uso quase perfeito para casa. É o Palmeiras ainda teve esse jogo: foram dez vitórias em dez jogos disputados no Allianz Parque nesta temporada 2022.

Com o brasileiro e a Libertadores saindo juntos, Abel mais uma vez terá que rodar o time. Na terça-feira, o Verdão recebe o Independiente Petrolero, da Bolívia, pela Libertadores. Para resistir à corrente, espera-se uma equipa quase reserva na competição continental.

— Foto: Reprodução

A Podcast do Palmeiras está disponível nas seguintes plataformas:

Leave a Reply

Your email address will not be published.