Alpine enxerga com bons olhos entradas de Audi e Porsche na F1 – Notícia de Fórmula 1

Diretor da Alpine cre que marcas de prestígio da F1 motiva novas a entrarem na categoria (Foto: Alpine)

” alt=””/>
ALFA ROMEO É XODÓ DA FÓRMULA 1 NO COMEÇO DE 2022. MAS POR QUÊ?

Depois de conquistar o quinto lugar no Mundial de Construtores de 2021 em briga com a Alfa Tauritem Alpino esperei um salto maior nesta temporada. Não mais cedo, atualmente uma equipe perde um posto e conheceu na sexta posição, ainda que pese demais a falta para que Fernando Alonso vem encontrando neste início de ano. Diretor-executivo da Renault — dona da equipe —, Luca de Meo diz possir bons motivos para crer que o futuro será melhor para o inglês o tempo.

“Primeiro de tudo, não existe dúvida de que o novo motor vai funcionar”, De Meo em entrevista diário italiano Corriere Dello Sport. “O chassi e a aerodinâmica foram mais avançados do que os conceitos já existentes, o que significa que podemos ter mais espaço para e avanços mais avançados que as equipes que aproximam mais”, disse.

TEM Alpino passou por diversas mudanças internacionais de um ano para o outro, com saídas de nomes importantes como Marcin Budkowski, ex-team leader, e Alain Prost, que deixou o tempo em rota de desligamento com o diretor Laurent Rossi. Além disso, o ex-chefe da Aston MartinOtmar Szafnauer, Faith contratado, com outras mudanças sendo feitas no quadro de funcionários da divisão automobilística da Renault.

Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Na opinião do diretor, a formação da equipe atual favorece o objetivo que a Alpino traçou, com um tempo mas “homogêneo”. Além disso, alguns queriam e o grupo de nomes queria fazer parte de uma maneira de fazer o projeto maior.

“Agora, nós temos mais recursos para o desenvolvimento e uma estrutura mais organizada”, afirmou. “Contratamos pessoas importantes, como [Matt] Harman, [Otmar] Szafnauer, [Bruno] Famin e Pat Fry ou os realocamos dentro da organização”, salientou.

“Nosso objetivo sem criar um tempo homogêneo e isso foi algo que não foi planejado no início”, lamentou-se. “Achei que foss levar um ano para ajeitar isso, mas não brincamos e seguimos o plano”, explicou.

TEM Alpino tem como exemplo um Ferrarique conseguiu — após muitos anos de tentativas — retornar ao topo da Fórmula 1 este ano. De acordo com Luca, o trabalho feito pela equipe italiana 2022 é fruto de anos de esforço ao traçar um plano e seguir-lo em cada uma das etapas.

Ferrari parece estar nesse caminho. N / D mercedes, também funcionou, mas eles se beneficiaram de um conjunto de regras os deu owe anos de vantagem sobre todos os outros. É um esporte extremo, porque ate 0s2 que você perde Durante o pit-stop contam no final”, comentou.

Em assunto que tem sido amplo debate pendente a semana, a Volkswagen pretende entrar no universo da Fórmula 1 a partir de 2026, marcas quando entram em vigor os novos motores — por meio de duas de seus principais, Audi e Porsche. Assim, uma competição para uma equipe fornecedora — ainda que atualmente apenas a Alpino utilizar motores Renault — deve aumentar.

“Eles são muito bem vindos, ao contrário que só fabricam peças de reposição do automobilismo, porque esse é o universomobilismo”, destacou. “É claro que seria mais fácil de vencer um fornecedor de algumas peças do que uma lenda como a Porsche. No entanto, encontre um conjunto equilibrado de regras como base para fortalecer a imagem e o prestígio da Fórmula 1“, falso.

“O interesse voltou, ou que é uma prova clara de que as fabricantes estão reconhecendo o valor desta plataforma que Stefano Domenicali está revolucionando com excelentes resultados”, elogiou. “Eu sou um romântico, então quero ver Ferrari, Mercedes, Aston Martin e Porsche competindo umas com as outras”, encerrou.

Acesse como versões em espanhol e português-PT Faz GRANDE PRÊMIOalém dos porqueiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.