Acusado de vandalismo após o jogo do Atlético-MG, Hulk notificou o Goiás e solicitou denúncia pública | Atlético-MG

A informação do clear fall de Hulk no vestiário da arbitragem fé direcionada em aplicativo de mensagem pela assessoria do clube. O Atlético, também em contato via assessoria, informou que o camisa 7 não foi o responsável pelo ato, pois se encontrou em área externa do estádio no momento. O Galo, contudo, não conseguiu identificar o autor.

O idade apurou que, na notificação extrajudicial feita por Hulk, o jogador “rejeitado com veemência” acusação do crime de vandalismo e que o Goiás, de forma amigável, venha a público fazer a retratação do casopense a que o fato siga prejudicando a imagem do atleta.

Na notificação, Hulk estipula um prazo de resposta ao Goiás em menos de 24 horas. Até a manhã desta segunda-feira, o Verdão não se pronunciou. Há, não há documento enviado ao clube esmeraldino, a informação de que, se não houver uma retratação pública, Hulk irá tomar ações e suporte de uso público.

Atacante Hulk na disputa da bola com o zagueiro do Goiás — Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

No caso, poderá acarretar o artigo de denúncia ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, com o tendo possibilidades de enquadrar no artigo. 243-D (“Incitar alguém, o ódio ou a violência”) publicamente e no 243-F (“Ofender alguém em sua honra, por fato diretamente relacionado ao esporte”).

Na peça violenta de notificação feita pelo jogador, é ligada a qu’Hulk pelo nunca sendo um problema de resolução extra, et qu’acusação diretamente a sua imagem jogador de forte com o público jovem .

Sobre a porta do vestiário da arbitragem, o Atlético informou que não saberia precisa quem teria sido o autor do ato, mas que o diretor de futebol Rodrigo Caetano entro em a cúpula do Goiás pedindo desculpas em nome do clube e afirmando que o Galo iria arcar com prejuízo material.

Logo após o fato na Serrinha, o atacante Hulk Faith at the only Instagram e manifesto sobre a acusação. Escreveu “Fake News” em cima de uma nota do ge.globo, e afirmou: “Acusar alguém pelo que não fez é crime”

Porta do vestiário da orientação na Serrinha — Foto: Guilher Frossard

Ainda na notificação, é informado que Hulk sequer fé citado na partida comandada pelo campo amarelo Bruno Arleu, exceto no de “cartões”. O jogador foi anunciado após o desenvolvimento quando ele marcou pênal ao Goiás em consultado ao VAR.

Na zona mista da Serrinha, em entrevista à Globo, o Hulk explicou que conversou com Bruno Arleu o dono do apito próprio não ter ido ao monitor do passeio de vídeo sobre a entrada dura do Danilo Barcelos em Guga, que deixou marcas visíveis das travas da chuteira do jogador do Goiás no atleta do Galo. Leia aqui.

“O Galo continua um caminhão de gols”, analisou Carol | Na Voz da Torcida

Assistir: sóbrio tudo o Atlético no ge, na Globo e no sportv

O podcast do Atlético está disponível nas seguintes plataformas:

Sócio Galo na Veia – Atlético-MG — Foto: Divulgação

Leave a Reply

Your email address will not be published.